Ativistas pedem por mais diversidade na Nasdaq, bolsa americana

Associação americana defende que deficiência também deve ser incluída como critério de diversidade nas regulamentações da Bolsa

Ativistas estão pressionando a Nasdaq Inc. a expandir as regras de diversidade propostas para incluir pessoas com deficiência (PcD) em diretorias.

As regulamentações previstas pela operadora da bolsa são atualmente muito restritas e devem ser alteradas, disseram a Disability:IN e a Associação Americana de Pessoas com Deficiência (AAPD, na sigla em inglês) em cartas enviadas em conjunto à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.

A proposta da Nasdaq, sujeita a um período de comentários públicos e aprovação da SEC, exige que a maioria das empresas listadas na bolsa tenha pelo menos um diretor que se identifique como mulher e outro como minoria sub-representada ou LGBTQ.

“Incluir a diversidade da deficiência na diretoria corporativa marcaria um grande ponto de virada para os direitos das pessoas com deficiência e teria o maior impacto sobre a independência econômica e a qualidade de vida de milhões de pessoas com deficiência”, disse o presidente do conselho da AAPD, Ted Kennedy Jr., em comunicado nesta terça-feira. “Se essa omissão persistir, a Nasdaq e a SEC perderão uma enorme oportunidade de garantir que a liderança corporativa reflita a diversidade dos Estados Unidos e do mundo.”

A Nasdaq não quis comentar especificamente sobre as recomendações dos grupos de direitos dos deficientes. Em uma carta de 8 de janeiro à SEC, a operadora disse que está planejando uma resposta abrangente ao público.

“A Nasdaq está animada com o fato de que a maioria dos comentários submetidos à Comissão de Valores Mobiliários apoia nossa proposta e seus objetivos”, disse a empresa em comunicado nesta terça-feira. “Aceitamos todos os pontos de vista sobre nossa proposta e estamos ouvindo todas as perspectivas.”

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.