B.Side Investimentos vai do zero ao bilhão em ano de estreia

Escritório plugado ao BTG Pactual tem meta de dobrar de tamanho no segundo ano

Lançar um negócio em ano de pandemia não tirou o sono de Rafael Christiansen, um executivo com 15 anos de experiência no mercado financeiro e passagem por instituições como Fama, Safra e Credit Suisse. Pelo contrário: o impulso que o mercado de investimentos ganhou nos últimos meses consolidou nele a certeza de que a hora certa é agora, e que é preciso crescer rápido. Engolir, ou ser engolido.

As melhores oportunidades podem estar nas empresas que fazem a diferença no mundo. Veja como com a EXAME Invest Pro

Foi com essa mentalidade -- e essa ambição -- que ele fundou, em julho, a B.side, escritório autônomo de investimentos plugado ao banco BTG Pactual (do mesmo grupo que controla a EXAME). A B.Side nasceu para oferecer um grau de proximidade e acompanhamento sob medida que Christiansen e seus sócios conheceram atendendo clientes com investimentos de dezenas e centenas de milhões de reais em instituições tradicionais.

O primeiro time da empresa tem como sócios também Luis Amato (ex-Credit Suisse, Hedging-Griffo e XP) e Henrique Russowsky (ex-Google e WPP). No time de atendimento estão Alexandre Gonçalves (ex-Itaú BBA e Citi), Fernanda De Rousset (ex-Credit), Gustavo Fernandes (ex-Safra), Otávio Ferreira Silva (BTG e Credit) e Ricardo Cricci (ex-B3 e CSCE).

No total, a companhia atende 130 clientes e uma carteira que deve bater um bilhão de reais em março, com nove meses de operação. A meta era para os primeiroes 12 meses era 1 bilhão, mas deve ser superada em 20%. Para 2021, a meta é 2 bilhões de reais. "Temos grande convicção de que vamos passar", diz Christiansen. "O mercado de agentes de investimento vai ter poucos vencedores e quanto mais rápido crescermos maior a chance de sermos um dos consolidadores".

Segundo ele, a escolha do BTG foi para oferecer um atendimento customizado diferente das grandes plataformas de varejo. A B.side não tem um portfólio padrão, o que traz desafios na escala e na velocidade de crescimento. "Nossa expansão depende de bons profissionais", diz o empresário. Segundo ele, a meta é que cada assessor de investimentos chegue a 250 milhões de reais em carteira, o que lhe permitiria remuneração equivalente à que uma grande instituição paga para carteiras "seis vezes maiores".

Christiansen levou para a companhia uma visão empreendedora que construiu cedo. Seu pai, que tinha concessionárias de automóveis, quebrou em 1999, quando o agora empresário tinha 15 anos. Pouco tempo depois, ele mesmo começou a comprar e vender carros no estacionamento da faculdade. "Cheguei a negociar 200 carros e ajudei a pagar o curso", diz.

O estilo mão na massa ajudou a entrar como estagiário na Fama Investimentos, um das gestoras mais respeitadas do país. "Cresci nesse ambiente de valorizar a governança corporativa. Eu entrava na Riachuelo, fazia compra parcelada e não pagava para ver o que acontecia, como a empresa lidava com o cliente", diz.

Depois, ele fez carreira no Credit Suisse, mas aos poucos foi se incomodando com o gigantismo da operação. Era difícil, segundo lembra, manter um atentimento "private" para centenas de clientes. Após uma passagem pelo Safra, ele decidiu que era hora de empreender. Levou para a B.side um modelo de meritocracia agressivo e uma ambição também geográfica. A empresa já chegou a Belo Horizonte, e tem mais praças no radar.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.