As ações que pagam dividendos mais indicadas para dezembro

Levantamento feito pela EXAME mostra as ações mais recomendadas por 15 corretoras para este mês

As ações da Telefônica Vivo e Taesa lideram as recomendações de corretoras para dezembro entre as boas pagadoras de dividendos. Os papéis da companhia foram indicados por nove e sete das 15 carteiras consultadas pela EXAME

Sobre a Telefônica Vivo, os analistas destacaram que a companhia gera um robusto e consistente fluxo de caixa e tem um longo histórico de pagamentos de dividendos. Mesmo impactada pela desaceleração econômica devido à pandemia de coronavírus, o reflexo na companhia foi limitado devido ao setor de atuação. Somado a isso, a venda da operação móvel da Oi, que trará mudanças importantes na dinâmica competitiva do setor, e a chegada do 5G poderão oferecer à Vivo uma oportunidade da empresa ganhar mercado em segmentos de maior receita média por usuário.   

Sobre a Taesa, os analistas destacaram que a companhia segue focando na finalização de seus seis projetos atualmente em construção. Ademais, a gestão de crise da companhia se mostrou eficaz e os maiores efeitos da covid-19 na empresa se limitaram a atrasos não significativos em tais projetos. 

Quer saber a melhor forma de se posicionar na bolsa? Conte com a assessoria do BTG Pactual Digital

Além disso, como esperado o conselho de administração da companhia aprovou a distribuição de 410,8 milhões de reais em dividendos intercalares (1,19237597898 real/Unit) e 58,4 milhões de reais (0,16956630837 real/Unit) a título de juros sobre o capital próprio. O pagamento dos dividendos e JCP ocorreram em 25 de novembro de 2020, com base na posição acionária do dia 16 de novembro de 2020. A partir do dia 17 de novembro de 2020, as ações e units passaram a ser negociadas “ex-dividendos e JCP”. O retorno líquido foi de 4,0%.

Veja abaixo a lista completa e a recomendação de cada corretora. A carteira da Rico saiu do ranking porque promoveu mudanças no modelo de carteira mensal. A partir de agora, o conteúdo será baseado numa análise quantitativa, na qual não é possível fixar um padrão de número de papéis recomendados. Por isso, a carteira no antigo modelo foi descontinuada.

Ação Recomendação
Telefônica Vivo (VIVT4) 9
Taesa (TAEE11) 7
Vale (VALE3) 6
BB Seguridade (BBSE3) 5
Engie Brasil (EGIE3) 4
Transmissão Paulista (TRPL4) 4
B3 (B3SA3) 4
Itaúsa (ITSA4) 4
Itaú Unibanco (ITUB4) 3
CCR (CCRO3) 3
Hypera (HYPE3) 2
AES Tietê (TIET11) 2
Copasa (CSMG3) 2
EDP Energia (ENBR3) 2
Banco do Brasil (BBAS3) 1
Telefônica Vivo (VIVT3) 1
Petrobras Distribuidora (BRDT3) 1
Porto Seguro (PSSA3) 1
Bradesco (BBDC4) 1
Gerdau (GGBR4) 1
ABC Brasil (ABCB4) 1
Copel (CPLE6) 1
Ferbasa (FESA4) 1
Sanepar (SAPR4) 1
MRV (MRVE3) 1
Cesp (CESP6) 1

Ativa

Desempenho em novembro: 13,69%
Desempenho no ano: -23,53%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso (%)
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Hypera Pharma (HYPE3) 20
Engie Brasil (EGIE3) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
BB Seguridade (BBSE3) 20

Ágora Investimentos

Desempenho em novembro: 18,89%
Desempenho no ano: 3,90%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso (%)
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
Vale (VALE3) 20
EcoRodovias (ECOR3) 20

Elite

Desempenho em novembro: -9,02%
Desempenho no ano: -3,04%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso (%)
BB Seguridade (BBSE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Guide Investimentos

Desempenho em novembro: 14,70%
Desempenho no ano: -32,69
Ações excluídas: BTG Pactual e Engie
Ações incluídas: CCR e MRV

Ação Peso (%)
B3 (B3SA3) 20
CCR (CCRO3) 20
Cosan (CSAN3) 20
MRV (MRVE3) 20
Vale (VALE3) 20

 

Genial

Desempenho em novembro: 15,70%
Desempenho no ano: -15,35%
Ações incluídas: Copasa e AES Tietê
Ações retiradas: Enauta e Transmissão Paulista

Ação Peso (%)
BB Seguridade (BBSE3) 20
Taesa (TAEE11) 20
AES Tietê (TIET11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
Copasa (CSMG3) 20

Modalmais

Desempenho em novembro: 13,20%
Desempenho no ano: 13%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso (%)
Itaúsa (ITSA4) 20
Banco do Brasil (BBASE3) 20
Taesa (TAEE11) 20
Petrobras Distribuidora (BRDT3) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Mycap

Desempenho em novembro: 15,91%
Desempenho no ano: -4,26%
Não houve alternação na carteira

Ação Peso (%)
Itaúsa (ITSA4) 20
Telefônica Brasil (VIVT4) 20
B3 (B3SA3) 20
Cemig (CMIG4) 20
Taesa (TAEE11) 20

Necton

Desempenho em novembro: 13,18%
Desempenho no ano: -9,7%
Ação incluída: CCR
Ação excluída: Engie

Ação Peso (%)
CCR (CCRO3) 20
Porto Seguro (PSSA3) 20
Bradesco (BBDC4) 20
Vale (VALE3) 20
EDP Energias (ENBR3) 20

Nova Futura

Desempenho em novembro: 11,65%
Desempenho no ano: 1,22%
Não houve alteração

Ação Peso (%)
BB Seguridade (BBSE3) 20
B3 (B3SA3) 20
Gerdau (GGBR4) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20

Planner

Desempenho em novembro: 17,24%
Desempenho no ano: -21,86
Ações incluídas: ABC Brasil, Copel, Engie, Ferbasa e Telefônica Vivo
Ações retiradas: Taesa, Transmissão Paulista, Santander, Grendene e Copasa

Ação Peso (%)
ABC Brasil (ABCB4) 20
Copel (CPLE6) 20
Engie Brasil (EGIE3) 20
Ferbasa (FESA4) 20
Telefônica Vivo (VIVT3) 20

Quantitas

Desempenho em novembro: 18,13%
Desempenho no ano: -7,65%
Ação excluída: Banco do Brasil
Ação incluída: Hypera

Ação Peso (%)
Hypera (HYPE3) 20
Eletrobras (ELET6) 20
Taesa (TAEE11) 20
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Vale (VALE3) 20

Santander

Desempenho em novembro: 15,33%
Desempenho no ano: -20,67%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso (%)
Vale (VALE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Alupar (ALUP11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
BB Seguridade (BBSE3) 20

Terra

Desempenho em novembro: 18,93%
Desempenho no ano: -0,28%
Ações retiradas: Taesa e Bradespar
Ações incluídas: Engie e CCR

Ação Peso (%)
Engie (EGIE3) 20
B3 (B3SA3) 20
Banco Brasil (BBAS3) 20
CCR (CCRO3) 20
Copasa (CSMG3) 20

Toro

Desempenho em novembro: 13%
Desempenho no ano: 1%
Não houve alternação na carteira

Ação Peso (%)
Vivo Telefônica (VIVT4) 20
Sanepar (SAPR11) 20
Banco Brasil (BBAS3) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Taesa (TAEE11) 20

XP Investimentos

Desempenho em novembro: 10,8%
Desempenho no ano: -6%
Não houve alteração na carteira

Ação Peso (%)
AES Tietê (TIET11) 20
Cesp (CESP6) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
EDP Energias do Brasil (ENBR3) 20
Engie
(EGIE3)
20

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.