Aluguel ficou mais barato em outubro; veja preço por capital

O comportamento do preço médio de locação residencial foi influenciado pela variação em capitais do Sul e Sudeste

O preço médio dos aluguéis de imóveis residenciais no país teve queda no mês de outubro. Dados do índice FipeZap apontam que houve baixa nominal 0,12% na comparação com setembro. Desta maneira,  a variação ficou abaixo da inflação registrada no período, tanto pelo IPCA (+0,86%) quanto pelo IGP-M (+,23%). 

Conheça a EXAME Invest, o novo canal de investimentos da EXAME

A queda no índice pode ser explicada pela baixa no preço do aluguel das principais capitais brasileiras: Belo Horizonte (-0,85%), Salvador (-0,65%), Curitiba (-0,51%), São Paulo (-0,44%), Florianópolis (-0,30%) e Brasília (-0,17%).

Mas nem todas as capitais tiveram queda. Ao analisar as 25 cidades monitoradas, o preço médio do aluguel encerrou o mês de outubro de 2020 em 30,35 reais o metro quadrado. 

Entre as 11 capitais monitoradas, São Paulo se manteve como a capital com o preço médio de locação residencial mais elevado (40,16 reais/m²), seguida pelos valores médios registrados em Brasília (32,48 reais/m²), Recife (30,90 reais/m²) e Rio de Janeiro (30,45 reais/m²). Já entre as capitais com menor valor de locação residencial, destacaram-se: Fortaleza (17,11 reais/m²), Goiânia (17,98 reais/m²), Curitiba (20,58 reais/m²) e Salvador (23,50 reais/m²). Veja tabela abaixo: 

Cidade Variação mensal Preço médio (metro/quadrado)
São Paulo -0,44% 40,16
Rio de Janeiro +0,11% 30,45
Brasília -0,17% 32,48
Salvador -0,65% 23,50
Porto Alegre +0,25% 24,84
Curitiba -0,51% 20,58
Belo Horizonte -0,85% 23,67
Recife +0,56% 30,90
Fortaleza +0,16% 17,11
Florianópolis -0,30% 26,37
Goiânia +1,57% 17,98
Média  0,12% 30,35

12 meses

Nos últimos 12 meses, o Índice FipeZap de Locação Residencial reduziu a alta acumulada nos últimos 12 meses para 2,66% — resultado que mantém a variação do preço médio do aluguel abaixo da inflação medida pelo IPCA/IBGE (+3,92%) e pelo IGP-M/FGV (+20,93%). À exceção de Fortaleza, onde o Índice FipeZap de Locação Residencial registra ligeira queda 0,83% no preço médio, e de Salvador, onde o recuo é de 0,60%, as demais capitais monitoradas ainda registram elevação de preço médio do aluguel no acumulado dos últimos 12 meses, ordenadas da maior à menor variação da seguinte forma: Recife (+9,28%), Brasília (+8,18%), Belo Horizonte (+6,80%), Goiânia (+5,79%), Porto Alegre (+3,64%), Florianópolis (+2,16%), São Paul (+1,76%), Curitiba (+0,58%) e Rio de Janeiro (+0,15%). 

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.