Por que a Nasa gastou R$ 130 milhões para desenvolver um banheiro

O Universal Waste Management System custou US$ 23 milhões e foi criado para ajudar os astronautas que estão em missão na Estação Espacial Internacional

A Nasa gastou 23 milhões de dólares (algo em torno de 130 milhões de reais) para desenvolver um novo banheiro para ser utilizado por astronautas da Estação Espacial Internacional. O módulo com o banheiro foi fabricado aqui na Terra e será enviado ao espaço amanhã, 1º.

O novo projeto da Nasa, chamado de Universal Waste Management System (ou “Sistema de Coleta de Resíduos”), traz um módulo 65% mais leve e 40% menor do que o anterior que está em operação desde a década de 1990. Os banheiros atuais são considerados grandes, pesados e pouco funcionais.

O projeto vai ajudar os astronautas a se aliviarem no espaço. No modelo em uso atualmente, os astronautas podem urinar ou defecar, mas não ao mesmo tempo. Além disso, o novo projeto foi desenvolvido principalmente para que as mulheres encontrem formas mais confortáveis de urinar em gravidade zero.

Projetar um banheiro para ser utilizado no espaço é bem mais difícil do que parece. Como os astronautas estão um ambiente sem força gravitacional, é preciso que exista uma força que imite a gravidade para direcionar a urina e as fezes em direção ao sistema de coleta.

Depois disso, é preciso criar uma forma de descartar esses resíduos sólidos. Isso é feito ao selar os resíduos em compartimentos herméticos. O passo seguinte é armazenar os sacos em latas e enviar tudo em uma nave de carga que parte em direção à Terra e queima em contato com a atmosfera.

No caso da urina, os resíduos são filtrados por um sistema específico e podem ser reaproveitados pelos astronautas. Neste caso, os investimentos da Nasa em um novo banheiro também vão incluir métodos mais eficientes para realizar este processo de purificação.

O lançamento do foguete com o novo banheiro da Nasa acontecerá amanhã, 1º, a partir das 22 horas (horário de Brasília), e poderá ser visto pelo YouTube.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.