• AALR3 R$ 20,14 -0.15
  • AAPL34 R$ 67,05 -0.46
  • ABCB4 R$ 16,61 0.54
  • ABEV3 R$ 14,02 -0.14
  • AERI3 R$ 3,59 0.56
  • AESB3 R$ 10,85 0.09
  • AGRO3 R$ 31,18 0.00
  • ALPA4 R$ 21,17 -0.56
  • ALSO3 R$ 19,08 0.42
  • ALUP11 R$ 27,00 -0.26
  • AMAR3 R$ 2,53 -0.39
  • AMBP3 R$ 31,41 1.03
  • AMER3 R$ 21,66 -1.05
  • AMZO34 R$ 3,40 4.17
  • ANIM3 R$ 5,43 -0.73
  • ARZZ3 R$ 80,40 1.18
  • ASAI3 R$ 15,81 0.57
  • AZUL4 R$ 20,16 0.45
  • B3SA3 R$ 11,95 0.34
  • BBAS3 R$ 37,59 0.05
  • AALR3 R$ 20,14 -0.15
  • AAPL34 R$ 67,05 -0.46
  • ABCB4 R$ 16,61 0.54
  • ABEV3 R$ 14,02 -0.14
  • AERI3 R$ 3,59 0.56
  • AESB3 R$ 10,85 0.09
  • AGRO3 R$ 31,18 0.00
  • ALPA4 R$ 21,17 -0.56
  • ALSO3 R$ 19,08 0.42
  • ALUP11 R$ 27,00 -0.26
  • AMAR3 R$ 2,53 -0.39
  • AMBP3 R$ 31,41 1.03
  • AMER3 R$ 21,66 -1.05
  • AMZO34 R$ 3,40 4.17
  • ANIM3 R$ 5,43 -0.73
  • ARZZ3 R$ 80,40 1.18
  • ASAI3 R$ 15,81 0.57
  • AZUL4 R$ 20,16 0.45
  • B3SA3 R$ 11,95 0.34
  • BBAS3 R$ 37,59 0.05
Abra sua conta no BTG

A Everis agora é NTT DATA e apresenta ao público a “nova nuvem”

A partir de agora, Everis assume a marca NTT DATA, que reúne 140.000 profissionais globalmente, e vai apoiar as empresas na transformação digital
 (Divulgação/NTT DATA)
(Divulgação/NTT DATA)
Por exame.solutionsPublicado em 21/10/2021 09:00 | Última atualização em 27/10/2021 10:25Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Há quase um século, a média de vida de uma grande empresa de capital aberto da Bolsa de Valores de Nova York era de 67 anos. Hoje, está em 15 anos.

Na medida em que as mudanças proporcionadas pela tecnologia se aceleram, os negócios são impactados e as organizações de diferentes portes e setores se veem constantemente pressionadas. Concorrentes mais bem posicionados podem surgir de qualquer lugar do planeta e escalar com grande velocidade.

É nesse cenário que utilizar a nuvem se mostra crucial. Ela está na base de todas as tecnologias digitais necessárias para transformar os negócios, como análise de dados, realidade virtual e aumentada e internet das coisas, robótica e inteligência artificial.

Ao mesmo tempo que oculta a complexidade operacional, permite que os clientes se concentrem no que realmente importa para eles, apoiando os negócios e gerando valor.

A fim de apoiar os clientes na jornada para o cloud, há dois anos a everis, uma empresa global de consultoria e outsourcing com 33.000 colaboradores e faturamento de 1,56 bilhão de euros, passou a fazer parte da NTT DATA Company, uma das seis maiores empresas de serviços de TI do mundo, segundo Gartner.

A partir de agora, a everis está assumindo a marca NTT DATA, que reúne 140.000 profissionais na Ásia, na África, no Oriente Médio, na Europa, na América Latina e na América do Norte.

“Como everis, já possuíamos vasta experiência na jornada para a nuvem”, afirma Norberto Tomasini, diretor na NTT DATA. “Como NTT DATA, nossas capacidades aumentam de forma exponencial, seja em conhecimento, capacidade de investimento, integração com centros de tecnologia globais, profissionais espelhados pelo globo e, também, maior proximidade com as empresas parceiras da tecnologia.”

Nova nuvem: migração coloca as empresas no grupo dos que podem aproveitar o melhor da digitalização (NTT DATA/Divulgação)

Investimento no futuro

Com expertise única em apoiar grandes empresas na jornada para a nuvem e parceiros estratégicos em toda a cadeia, a NTT DATA possibilita aos clientes a otimização de custos, na medida em que permite o armazenamento e acesso ágil e seguro de uma grande quantidade de dados.

O custo é importante, porque muitas empresas não conseguem ou não têm visão para investir em áreas onde o retorno financeiro não é imediato, o que compromete a resiliência futura da companhia.

Muitas vezes, deixam de investir em nuvem porque, até que a migração esteja finalizada, as empresas continuam pagando pela infraestrutura legada antes de finalmente encerrá-la, enquanto também pagam a mais para garantir a interoperabilidade entre o sistema legado e a nuvem.

Assim, por não investir no longo prazo, perdem contato com uma nova realidade, em que a segurança e a conformidade são significativamente diferentes. Não se trata de substituir o centro de dados físicos por um equivalente virtual. Trata-se de colocar a empresa no mundo de oportunidades das tecnologias digitais.

É preciso pensar na soberania de dados, às vezes regulamentações nacionais conflitantes, diferenças nos procedimentos de governança, juntamente com os desafios inerentes à manutenção da segurança dos ecossistemas.

Nova nuvem

Por outro lado, as empresas que já fizeram a migração se colocam no grupo que pode aproveitar o melhor da digitalização.

“A incerteza do ambiente de negócios e a necessidade de testes de hipóteses exigem aplicações estáveis, mas também flexíveis, que permitem atuar com riscos controlados, escalando conforme a necessidade”, afirma Tomasini.

A própria nuvem está evoluindo. Sua proposta de valor inicial era simples: um ambiente privado dentro de um centro de dados virtual, escalável, ágil, sempre na vanguarda.

Agora, estamos vendo uma nova definição de nuvem, onde as capacidades de hospedagem de dados e computação são complementadas por redes programáveis para criar algo mais ambicioso, que viabiliza uma operação mais ágil do ecossistema, com enormes consequências para as estruturas e organizações corporativas.

“A ida para os ambientes em cloud é uma jornada, que precisa ser suportada pelo treinamento das equipes técnicas, além das discussões de novos modelos de negócios que podem surgir com esta flexibilidade e escala que surge com a adoção”, avalia Tomasini.

“Nós, da NTT DATA, conseguimos apoiar o cliente desde o planejamento da jornada até sua execução e manutenção. Sempre integrando as perspectivas de pessoas, processos e tecnologia, ajudando nossos clientes a atender seus objetivos de negócio”.

 

Veja Também

Crédito imobiliário recua 23% no país, afirma Abecip
Mercado imobiliário
Há 3 horas • 3 min de leitura

Crédito imobiliário recua 23% no país, afirma Abecip