Apresentado por WORKPLACE FROM META

Nove práticas para sua empresa virar um ótimo lugar para trabalhar

Workplace from Meta revela o quão importante é investir na experiência dos funcionários e como desenvolver os pilares pelo GPTW
 (Luis Alvarez/Getty Images)
(Luis Alvarez/Getty Images)
Por exame.solutionsPublicado em 21/01/2022 09:02 | Última atualização em 15/02/2022 16:45Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Por trás de toda empresa considerada um excelente lugar para trabalhar há um conjunto de fatores que unem gestão, prática e estímulos. Quem afirma isso é a Great Place to Work (GPTW), consultoria que virou uma bússola para companhias determinadas a melhorar o dia a dia dos funcionários e gestores, o que inevitavelmente gera melhores resultados.

Ressalte-se que, para muitos colaboradores, a motivação e o engajamento não se devem simplesmente a bons salários ou a benefícios atrativos, mas a oportunidades reais de crescimento, à qualidade do relacionamento entre colegas e gestores e à valorização do desempenho.

Com valores organizacionais bem definidos e consolidados, as empresas têm mais chances de chegar com mais força à meta traçada e de cumprir com propriedade o que elas se propuseram. Se os funcionários acreditam e se identificam com tais ideais, essa caminhada fica ainda mais fácil.

Para ajudar as companhias que têm como objetivo virar um ótimo lugar para trabalhar, o >Workplace< desenvolveu um assessment que mostra como as empresas podem aperfeiçoar as nove práticas culturais levadas em conta pelo GPTW em suas avaliações.

Basta preencher uma rápida avaliação por meio da plataforma, e o diagnóstico apontará em que pé sua empresa se encontra em relação a cada um desses nove itens, bem como quais funcionalidades do Workplace podem alavancar cada uma das práticas que a empresa apresentou fragilidades.

Spoiler: as companhias que não dão bola para a chamada experiência do funcionário não têm como figurar nos rankings da consultoria.

As nove práticas culturais observadas pelo GPTW são:

1. Inspirar
Sem inspiração, afinal, nenhum profissional vê sentido nas atividades que desempenha no dia a dia. Com transparência, as empresas conseguem transmitir sua missão e seus valores de maneira mais assertiva e ajudam seus colaboradores a entender a relevância deles no sucesso do negócio.

2. Falar
A comunicação deve ser clara e de fácil entendimento para todos. A maneira como sua empresa compartilha as informações, a variedade de canais e a linguagem utilizada também impactam a avaliação da GPTW.

3. Escutar
É uma prática fundamental para as companhias que prezam pela autonomia de seus funcionários, que acabam motivados a dar sugestões para melhorar o ambiente de trabalho.

4. Agradecer
Uma atmosfera de trabalho positiva e equilibrada está diretamente ligada ao agradecimento a cada colaborador pelo seu engajamento e produtividade.

5. Desenvolver
Sua empresa promove o desenvolvimento, incentiva o aprendizado e fornece recursos que favorecem o crescimento pessoal e profissional dos colaboradores? Se sim, está mais próxima de ser considerada um excelente lugar para trabalhar.

6. Cuidar
A saúde mental e o bem-estar dos colaboradores devem ser as prioridades dos gestores, ainda mais no atual contexto.

7. Compartilhar
Funcionários precisam estar envolvidos e bem informados sobre iniciativas e resultados.

8. Celebrar
O trabalho e o esforço coletivo são os verdadeiros responsáveis pelo sucesso de um negócio. Por isso, todas as conquistas devem ser celebradas com as equipes para manter o engajamento.

9. Contratar e receber
A empresa é avaliada desde a etapa do recrutamento até o momento de integração dos novos funcionários, incluindo o processo seletivo e o período de adaptação.

Voltada para o segmento B2B, a plataforma conecta todos na sua empresa, da diretoria à linha de frente, incluindo quem continua em regime de home office, ou não possui e-mail corporativo. Por meio de recursos, como grupos, bate-papo, salas e transmissão de vídeo ao vivo, e uma navegabilidade muito amigável por se parecer com o Facebook, rede social da Meta, ela favorece a conversa e o trabalho em conjunto.

O Workplace parte da premissa, afinal, de que seus funcionários têm ótimas ideias. Seu intuito principal, portanto, é o de dar voz a todos para que a corporação aproveite o talento das pessoas ao máximo.

“A tecnologia precisa funcionar para TODOS os funcionários ─ incluindo aqueles que estão remotos, sem uma mesa, telefone ou equipamento no escritório ─, para que seja acessível a todos da organização. Caso contrário, uma transformação digital completa não acontecerá”, ressalta Adriano Marcandali, Latam director no Workplace from Meta.

A tradução automática para conversas em tempo real, o acesso dos funcionários por meio do G Suite e do Azure e o uso de códigos de acesso para integrar aqueles que não têm e-mail são outros diferenciais da plataforma.