Usando novo mecanismo de queima, Binance destrói 1,68 milhão de tokens BNB

Com a queima automática, a corretora pretende dar mais um passo em busca de autonomia, transparência e previsibilidade a criptomoeda nativa da Binance smart Chain
O BNB é negociado por 475 dólares no momento (Bloomberg/Getty Images)
O BNB é negociado por 475 dólares no momento (Bloomberg/Getty Images)
Por CoindeskPublicado em 18/01/2022 14:31 | Última atualização em 18/01/2022 14:31Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A corretora de criptomoedas Binance implementou o primeiro programa de queima automática da Binance Coin no último trimestre, removendo mais de 1,68 milhão de tokens BNB de circulação. Na cotação atual, o valor é equivalente a 750 milhões de dólares.

Com o novo programa, o número de tokens a serem queimados é calculado com uma fórmula baseada no número total de blocos produzidos na Binance Smart Chain, um blockchain programável de contratos inteligentes e que funciona paralelamente à Binance Chain, e com base no preço médio do BNB em dólares durante o trimestre.

A mudança da metodologia de queima de tokens, que antes era baseada na receita gerada pela corretora centralizada da Binance, deve tornar o processo mais objetivo e claro para a comunidade do BNB.

“A implementação da queima automática de BNB é um próximo passo natural na jornada do BNB e ajudará a comunidade a crescer, proporcionando maior autonomia, transparência e previsibilidade”, disse Changpeng Zhao, mais conhecido como “CZ”, em um anúncio oficial publicado no blog da corretora. CZ é o CEO e cofundador da Binance.

“B é a quantidade de BNB a ser queimada. N é o número total de blocos produzidos na Binance Smart Chain (BSC) durante o trimestre. P é o preço médio do BNB contra o dólar. K é o valor constante que funciona como uma âncora de preço, configurado inicialmente em 1.000. A queima automática de BNB será interrompida quando o total de BNB em circulação cair para abaixo de 100 milhões”, explica a Binance sobre a queima.

A corretora está comprometida em destruir 100 milhões de tokens BNB, equivalentes a 50% da oferta em circulação, por meio de queimas trimestrais. De acordo com a Coin Tools, a corretora destruiu quase 35 milhões de tokens por meio de queimas trimestrais até o momento, com o programa iniciado no final de 2017.

As queimas de token são supostamente deflacionárias e geralmente destinadas a trazer um apelo de reserva de valor para a criptomoeda. Nas finanças tradicionais, a deflação significa um declínio consistente dos preços. Em cripto, um token deflacionário é aquele cuja oferta em circulação diminuirá ao longo do tempo, tornando-o resistente à inflação ou um ativo capaz de atuar como uma reserva de valor.

"O BNB é deflacionário", publicou Zhao nesta terça-feira, 18, juntamente com as notícias da nova modalidade de queima do BNB.

No entanto, a 18ª queima, o primeiro evento automatizado, anunciado na última segunda-feira, 17, não conseguiu fazer muito pelo preço da criptomoeda. No momento, o BNB é negociado perto de 475 dólares, apresentando queda de mais de 4,5% nas últimas 24 horas.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok