Future of Money

Ton, blockchain ligado ao Telegram, bate recorde e chega a R$ 3 bilhões em investimentos

Aplicativo de troca de mensagens anunciou integração com a rede em setembro de 2023, atraindo usuários para o projeto

Blockchain Ton está ligado à plataforma Telegram (Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Blockchain Ton está ligado à plataforma Telegram (Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 17 de junho de 2024 às 16h39.

Última atualização em 17 de junho de 2024 às 16h47.

O blockchain Ton atingiu nesta segunda-feira, 17, um valor total bloqueado (TVL, na sigla em inglês) de US$ 610 milhões (R$ 3,29 bilhões, na cotação atual), marcando um novo recorde histórico para o projeto. A rede tem tido um crescimento intenso nos últimos meses graças à sua ligação com o aplicativo Telegram.

Dados compartilhados pela plataforma de monitoramento DeFiLlama confirmaram o novo recorde. O TVL é uma das mais importantes métricas de análise de blockhains, já que indica o total de capital aportado e em circulação nas diferentes aplicações de uma determinada rede.

O crescimento do TVL do Ton também chamou a atenção pela velocidade: há três semanas, o TVL da rede era de US$ 300 milhões. Com isso, a rede mais que dobrou o total de capital ligado ao projeto em menos de um mês, com crescimento na maioria de seus protocolos mais populares.

De acordo com a DeFiLlama, a atração de capital pelo blockchain se concentrou principalmente nos últimos sete dias. Para especialistas, a disparada recente está ligada à crescente integração entre a rede e o aplicativo de mensagens Telegram, em um movimento que teve início em setembro de 2023.

Na época, o Telegram anunciou uma integração com o Ton para ser a escolha oficial da empresa para infraestrutura ligada ao mundo Web3. Com a novidade, diversos recursos do projeto, inclusive a sua carteira digital, ficaram disponíveis para todos os 800 milhões de usuários da plataforma.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.  

O próprio projeto possui uma história mais antiga com o Telegram. A Ton Network teve início em 2018 como uma iniciativa interna do Telegram de criar um blockchain próprio.

Em agosto de 2020, a empresa acabou abandonando a rede após se tornar alvo de um processo aberto pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, que alegrava que a Toncoin seria um valor mobiliário não registrado e que, portanto, o Telegram teria violado as leis do país.

Apesar do abandono do Telegram, entusiastas do projeto assumiram as operações do blockchain, que se tornou independente do aplicativo de mensagens desde então. Mesmo assim, os principais projetos da rede ainda estão ligados ao Telegram.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:BlockchainTelegram

Mais de Future of Money

Show com Lauryn Hill e Mano Brown no Allianz Parque lança NFTs comemorativos

Governo da Alemanha conclui vendas de bitcoin e soma R$ 15 bilhões arrecadados

Goldman Sachs vai lançar projetos de tokenização de ativos até o fim de 2024

JPMorgan diz que mercado cripto terá nova alta em agosto, com queda nas vendas de bitcoin

Mais na Exame