Todas as principais criptomoedas valorizaram em julho: lucro chega a 140%

Mês de julho foi o melhor para o mercado de criptomoedas em muito tempo; principais ativos demonstram forte recuperação
Ranking foi estabelecido pela QR Asset Management (dulezidar/Getty Images)
Ranking foi estabelecido pela QR Asset Management (dulezidar/Getty Images)
M
Mariana Maria Silva

Publicado em 09/08/2022 às 15:16.

Última atualização em 09/08/2022 às 15:20.

Julho foi um mês de forte recuperação para as criptomoedas. Após um primeiro semestre ruim em 2022, bitcoin e ether tiveram o seu melhor mês em quase um ano. Entre os 40 maiores ativos, nenhum fechou o mês de julho em queda, de acordo com um relatório da QR Asset Management.

Apesar das duas principais criptomoedas terem apresentado valorização significativa, bitcoin e ether não entraram para o top 5 do mês. Subindo 19,7% e 55,44% em julho, as duas foram deixadas para trás por ativos que chegaram a disparar mais de 140%.

(QR Asset Management/Reprodução)

O destaque de julho foi Ethereum Classic, que subiu 140,42% frente ao real. Com a iminência de uma atualização na rede Ethereum, especialistas especulam que a criptomoeda nativa da rede “rival” tenha valorizado por conta da fuga de mineradores da Ethereum. Isso porque a atualização, conhecida como “The Merge”, irá eliminar o processo de mineração e estabelecer um novo mecanismo de consenso para validar as transações da rede.

Funcionando sob o mesmo algoritmo, a Ethereum Classic poderá receber os mineradores que pretendem dar continuidade à prática, muito criticada por ambientalistas por conta de seu uso excessivo de energia elétrica.

A Ethereum Classic surgiu após um ataque hacker gerar a necessidade de uma bifurcação na rede Ethereum, a dividindo entre Ethereum e Ethereum Classic. Na época, investidores puderam escolher migrar para a “nova” rede Ethereum, deixando os hackers na “antiga” Ethereum Classic.

(Mynt/Divulgação)

Em segundo lugar fica a Polygon, com alta de 91,44%. A rede responsável pela criptomoeda Matic segue investindo em infraestrutura. Depois da compra de duas empresas que fornecem soluções de ZK Rollups para escalabilidade em segunda camada na rede Ethereum, a Polygon foi o único protocolo de blockchain a figurar na lista do programa Disney Accelerator, anunciado em meados de julho. O Disney Accelerator é um programa da Disney para acelerar o crescimento de companhias inovadoras ao redor do mundo.

Filecoin, Internet Computer e Uniswap concluem a lista dos melhores desempenhos, subindo 79,52%, 66,70% e 65,04%, respectivamente. Enquanto Filecoin e Internet Computer aproveitam da volatilidade após terem tido quedas acentuadas desde 2021, o token de governança da corretora descentralizada Uniswap surfa na onda de valorização do setor de finanças descentralizadas (DeFi).

A UNI, como o token de maior capitalização do setor, é a maior beneficiada da performance de DeFi como um todo. Além disso, a entrada do protocolo no setor de NFTs, anunciada no fim de junho, colaborou para a manutenção de uma média de volume diário de negociação bastante elevada em todo o mês de julho.

Já no lado dos piores desempenhos, apesar do teor negativo, nenhum investidor saiu no prejuízo. Em último lugar ficou a dogecoin, criptomoeda-meme apoiada por Elon Musk, que subiu 1,73%. Mana, a criptomoeda do metaverso Decentraland ficou em primeiro lugar, subindo 9,65%.

(QR Asset Management/Reprodução)

Foram analisadas as 40 principais moedas por capitalização de mercado, com dados da
Messari. Segundo a gestora, qualquer ativo que começou ou terminou o mês no top 40 foi considerado.

Só não foram considerados os ativos que começaram o mês no top 40 e terminaram fora do top 100. Ativos que possuíam valor de mercado inferior a US$ 1 bilhão no início do mês também foram eliminados da seleção.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok