'Tenho bitcoin pensando no bem dos meus filhos', diz ministro de Gibraltar

Ministro Albert Isola detalhou o cenário regulatório de criptomoedas de Gibraltar e seu interesse no bitcoin como um investimento de longo prazo
Segurança financeira das próximas gerações de sua família seriam motivo para investimento em bitcoin (Pam Susemiehl/Getty Images)
Segurança financeira das próximas gerações de sua família seriam motivo para investimento em bitcoin (Pam Susemiehl/Getty Images)
C
Cointelegraph BrasilPublicado em 29/07/2022 às 10:51.

Localizado na Europa, no extremo sul da Espanha, o Território Britânico Ultramarino de Gibraltar é um viveiro borbulhante de adoção de criptomoedas.

Em entrevista ao Cointelegraph, Albert Isola, Ministro de Serviços Digitais e Financeiros do Governo de Gibraltar de Sua Majestade, explicou a abordagem do território em relação às criptomoedas e esclareceu seus próprios interesses de investimento.

Isola desempenhou um papel fundamental no pastoreio da estrutura regulatória da tecnologia de contabilidade distribuída (DLT) de Gibraltar. No entanto, ele também é um entusiasta do bitcoin.

(Mynt/Divulgação)

Falando dos escritórios ministeriais em Gibraltar, ele disse “Eu tenho bitcoin”. Ele continuou:

“Ainda não estou no estágio em que é algo que eu usaria regularmente, é mais sobre comprar alguns para o benefício dos meus filhos nos próximos anos. Eu não toco nele.”

Embora gastar bitcoin em um dos Costa Coffee's que agora aceitam bitcoin em Gibraltar possa não ser sua praia, ele explicou que a adoção do bitcoin vai aumentar, "à medida que mais e mais jurisdições começam a regulá-lo:"

Gibraltar é uma jurisdição regulatória atraente para empresas de criptomoedas. Desde 2018, quando entrou em vigor a legislação sobre tecnologia de contabilidade distribuída (DLT), cada vez mais empresas consideram o território europeu. Obi Nwosu, cofundador e CEO da Fedi, disse ao Cointelegraph: “Nos domínios das jurisdições regulamentadas, Gibraltar sempre foi o mais interessante”. Ele trouxe a Coinfloor (agora CoinCorner) para Gibraltar há quatro anos, seguindo os regulamentos de 2018.

A Xapo, um banco privado baseado em bitcoin recentemente escolheu abrir sua filial internacional em Gibraltar. Seu CEO Wences Casares é conhecido como “Paciente Zero” por oferecer a pílula laranja aos executivos do Vale do Silício, enquanto os escritórios da Xapo são esculpidos nas antigas defesas militares de Gibraltar. As fortificações mouras que datam de 711 – as muralhas mais antigas de Gibraltar – agora defendem a adega do escritório.

De fato, apesar de uma pequena população de 35.000, o território tem um impacto no espaço cripto. Empresas de criptomoedas como Damex e Tap.global têm ou estiveram presentes na pequena área terrestre. Além disso, a exchange mexicana Bitso fez parceria com Gibraltar no final do ano passado para digitalizar serviços governamentais.

A regulamentação “não é uma piada – é o estilo de parceria”, disse a diretora de tecnologia da Xapo, Anouska Streets, ao Cointelegraph. De fato, nos últimos meses, Gibraltar lançou regulamentações para combater o abuso de mercado. Isola reforçou o ponto:

“Se elas [empresas de DLT] não estiverem preparadas para atender aos padrões de regulamentação e qualidade que almejamos, não serão licenciadas.”

O governo usou o mesmo processo rigoroso, mas de parceria primeiro, para o espaço de jogos em 2014. Agora, cerca de 75% dos jogos online do Reino Unido são feitos em Gibraltar, de cerca de 15 empresas, informou Isola.

2018 foi o último mercado em baixa de bitcoin e criptomoedas em que o regulamento DLT foi concretizado e, no mercado em alta que se seguiu de 2020 e 2021, Gibraltar colheu os frutos. No mercado de baixa de 2022, ou “tempo de inatividade”, como Isola delicadamente o descreve, as empresas em Gibraltar estão “muito bem posicionadas para aproveitar a vantagem e, ao mesmo tempo, gerenciar a si mesmas no tempo de inatividade:”

“Acho que nossas empresas de DLT estão bem posicionadas para enfrentar as tempestades e aproveitar o lado positivo quando chegar.”

Embora as empresas apoiadas pelo bitcoin se beneficiem da abordagem de regulamentação de Gibraltar, à luz das recentes altas do mercado de baixa do bitcoin, Isola pode estar certo em desejar manter seu bitcoin para a próxima geração.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok