Solana dispara após entrar no mundo dos NFTs e supera os 100 dólares

Após lançamento do Degenerate Ape Academy, token da rede Solana superou os 100 dólares e se tornou o oitavo maior criptoativo do mundo

O token SOL da blockchain Solana é hoje uma das maiores criptomoedas do mundo em capitalização de mercado, graças ao boom dos tokens não fungíveis (NFTs) e das finanças descentralizadas (DeFi).

Ultrapassando a marca de 100 dólares nesta segunda-feira, 30, o capitalização de mercado da criptomoeda alcançou 30,6 bilhões de dólares, posicionando a solana na oitava posição entre os maiores criptoativos do mundo, à frente da Polkadot e da stablecoin USDC. No momento, a criptomoeda é negociada por 105 dólares e seu preço mais que do dobrou nos últimos 15 dias.

“A demanda institucional pela SOL aumentou nas últimas semanas”, declarou a Amber Group, empresa de serviços financeiros com criptomoedas. Na terça-feira, a Osprey Funds registrou o Osprey Solana Trust com os agentes reguladores de valores mobiliários dos Estados Unidos, a fim de promover o acesso ao token SOL para investidores de alta renda.

“De forma geral, o dinheiro está fluindo para alternativas à rede Ethereum como Solana, Cosmos, Luna e Avalanche”, afirmou a Amber Group. Todos os tokens dessas plataformas de smart contracts obtiveram altas de mais de 80%, em comparação com o ether, a moeda nativa da rede Ethereum no último mês.

A SOL teve um grande crescimento há duas semanas, após a rede Solana ter entrado no mundo dos NFTs com o lançamento da Degenerate Ape Academy. Foi uma entrada triunfal, com uma coleção de 10.000 imagens exclusivas de macacos em cartoon, que esgotaram em 10 minutos. O acontecimento levou a SOL às alturas, já que era necessário comprar a criptomoeda para ter acesso à compra dos NFTs.

“A partir do momento em que as pessoas compraram a SOL e experimentaram a velocidade da rede e os baixos custos de transação, elas se tornaram mais otimistas em relação ao criptoativo e sua rede”, afirmou Packy McCormick, autor da newsletter Not Boring.

Outros desenvolvimentos como a estreia do Pyth Network, um oráculo de dados descentralizado no blockchain Solana podem ter contribuído para o momento positivo vivenciado pelo token.

Se o boom dos NFTs continuar, poderá trazer mais ganhos para a SOL. De acordo com a Amber Group, a teoria de reflexão ou ciclo de feedbacks positivos parece atuar no mercado de NFTs. “Existe uma crise de fornecimento e opacidade de descoberta de preços. Portanto, as faixas de preço são amplas, e aparentemente essa lacuna é a tendência do momento”, afirmou a Amber Group.

Do ponto de vista da análise técnica, o caminho de menor resistência para a SOL está no lado superior, de acordo com Bill Noble, heade de análise técnica da Token Metrics, uma empresa de análise de criptoativos. “Os próximos alvos no lado superior são 89 dólares [já alcançado] e 145 dólares”, disse Noble na sexta-feira, 27. “Isso, é claro, se o mercado geral permanecer positivo” (145 dólares é o nível de extensão Fibonacci de 161,8%).

“Além de uma queda no mercado, eu não consigo pensar em mais nada que possa parar essa moeda”, disse Noble. “A Solana provavelmente será uma grande plataforma para DeFi e NFTs”.

Katie Stockton, fundadora da Fairlead Strategies, salientou que gráficos não demonstram sinais de exaustão na tendência de alta, e que um novo aumento na cotação do ativo pode acontecer.

O forte crescimento do criptoativo, que foi de 70 a mais de 100 dólares nos últimos três dias confirma a fuga de um padrão de consolidação. Para Stockton, a arrancada abriu portas para um alvo no longo prazo próximo de 126 dólares.

Uma reversão na tendência poderia acontecer se a SOL passar mais de dois dias abaixo dos 70 dólares. “Isso pode criar um movimento de baixa para o patamar dos 58 dólares, um antigo topo do criptoativo”, disse Noble.

Texto traduzido e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também