Future of Money
Acompanhe:

Ripple lança tecnologia que permite criação de NFTs no blockchain do XRP

Tokens poderão ser negociados dentro da rede com pagamento na criptomoeda, em funcionalidade que estava sendo desenvolvida desde 2021

Ripple afirma que o projeto terá taxas de transação baixas e funcionalidades como envio de remuneração para o criador original de um NFT vendido (Jasmin Merdan/Getty Images)

Ripple afirma que o projeto terá taxas de transação baixas e funcionalidades como envio de remuneração para o criador original de um NFT vendido (Jasmin Merdan/Getty Images)

J
João Pedro Malar

1 de novembro de 2022, 17h53

A empresa de tecnologia Ripple Labs anunciou na segunda-feira, 31, que lançou um serviço que permite a criação, movimentação e negociação de tokens não fungíveis (NFTs, na sigla em inglês) no blockchain ligado à criptomoeda XRP, conhecido como XRPL ou XRP Ledger.

O anúncio foi feito pelo diretor de tecnologia da empresa, David Schwartz. Ele disse no Twitter que alguns NFTs já foram produzidos no mesmo dia em que a funcionalidade foi liberada.

(Mynt/Divulgação)

"A tokenização não é novidade para o XRPL, mas isso representa um marco importante para desenvolvedores e criadores tokenizarem qualquer ativo e criarem projetos Web3 inovadores com utilidade", ressaltou Schwartz.

Segundo ele, a aplicação introduziu a criação de NFTs nativos no blockchain que representarão ativos exclusivos, e liberou a realização de operações "eficientes e seguras" para transferir e armazenar esses tokens com o XRP sendo usado nas transações.

Em um comunicado, a Ripple informou que desenvolvia essa aplicação desde o ano passado, e que a ferramenta, chamada de XLS-20, "representa um marco considerável para desenvolvedores e construtores que utilizam o XRPL para seus projetos e aplicativos envolvendo NFTs".

A demora na implementação da funcionalidade, segundo a empresa, está ligada à "dificuldade de mudar blockchains". Além disso, optou-se por realizar as alterações sem usar contratos inteligentes, para tornar os tokens menos vulneráveis e mais baratos, o que tornou o processo mais lento.

A Ripple afirma que o projeto terá taxas de transação baixas e funcionalidades como envio de remuneração para o criador original de um NFT que é vendido. Não haverá necessidade de processos intensivos em energia para validar as transações ou criação dos tokens, o que, ainda de acordo com a empresa, torna a tecnologia "carbono neutra".

O comunicado alerta que a circulação dos tokens "tem o potencial de causar um aumento temporário no tráfego na rede XRP Ledger", mas que a Ripple acredita na "estabilidade, eficiência e segurança" da rede.

Schwartz prometeu que a empresa planeja melhorar ainda mais a tokenização de ativos no blockchain, e que pretende "criar o ponto de inflexão para a adoção mainstream do blockchain, desbloqueando uma utilidade real para NFTs".

Para você que adora ler notícias de crypto, a Mynt é o aplicativo ideal para você. Invista e aprenda sobre crypto ao mesmo tempo com conteúdos descomplicados para todos os públicos. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok