Revolução digital: Pix bate recorde com 40 milhões de transações em um dia

Banco Central diz que sistema ultrapassou marca de 40 milhões de transações em um único dia pela primeira vez e reforça adoção massiva dos brasileiros

O sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, o Pix, bateu recorde de transações em um único dia, às vésperas do Dia dos Pais, na última semana. Os dados foram divulgados pela própria autoridade financeira.

Segundo o BC, na última sexta-feira, 6, o Pix registrou 40,46 milhões de transferências em 24 horas, com volume de transações de 24,8 bilhões de reais, totalizando uma média de 614 reais por transação.

O Dia dos Pais é um dos períodos mais aguardados pelo varejo brasileiro. A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo estima que neste ano o setor tenha faturado 6,03 bilhões de reais.

Esta foi a primeira vez que o BC registrou mais de 40 milhões de transações pelo Pix em um único dia. Em maio, outro número mostrava a enorme aceitação do brasileiros pelo sistema, quando o BC divulgou que 45% da população economicamente ativa já utilizava o Pix.

    Em julho, o BC também anunciou que o Pix já superava as operações em TED, DOC, cheque e boleto bancário. Também no mesmo período, o Pix também foi premiado em evento internacional na categoria "Inovação de Pagamentos".

    Mesmo com os números positivos, o Pix ainda se prepara para ampliar sua atuação no Brasil. Novas funcionalidades, como o Pix Troco e o Pix Cobrança já estão em implementação.

    Além disso, o Banco Central quer levar o sistema ao WhatsApp Pay, o sistema de pagamentos da rede de mensagens instantâneas do Facebook.

    O BC também estuda permitir que instituições financeiras ofereçam contas bancárias em reais e em Bitcoin, com integração ao Pix e ao Open Banking.

    por Cointelegraph Brasil

    Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


    Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


    Falta pouco para você liberar seu acesso.

    exame digital

    R$ 4,90/mês
    • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

    • Acesse quando e onde quiser.

    • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
    Assine

    exame digital anual

    R$ 129,90/ano
    • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

    • Acesse quando e onde quiser.

    • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
    Assine

    Já é assinante? Entre aqui.

    Veja também