Reserva anuncia NFTs de tênis: eles poderão ser usados no metaverso ou mantidos em cofre exclusivo

Depois de fazer sucesso entre os NFTs brasileiros, Reserva entra para o mercado de tênis de colecionador com a Spriz NFT Series, integrado ao metaverso Decentraland
ReservaX, a divisão da Reserva focada em Web3 (Divulgação/Divulgação)
ReservaX, a divisão da Reserva focada em Web3 (Divulgação/Divulgação)
M
Mariana Maria Silva

Publicado em 06/09/2022 às 17:28.

Última atualização em 20/09/2022 às 14:28.

Um dos principais casos de sucesso entre os NFTs brasileiros, a Reserva está dando mais um passo no universo dos criptoativos. Agora, a marca de roupas vai utilizar a tecnologia blockchain para investir em na geração de experiências exclusivas para o público aficionado por tênis com a Spriz NFT Series.

Anunciada na primeira semana de setembro durante o Blockchain.rio, a coleção consistirá em pares de tênis do carro-chefe da marca, o modelo Spriz.

A marca reservou um lounge exclusivo para os donos de NFTs da Reserva durante o Blockchain.rio, evento realizado entre os dias 1 e 4 de setembro no Pier Mauá, de frente para as praias da capital carioca. Dentro do ambiente, foi possível verificar em primeira mão os protótipos da coleção, a ser lançada em 5 de outubro.

Lounge da Reserva para os donos de seus NFTs no Blockchain.rio (Mariana Maria Silva/Divulgação)

Depois de esgotar a sua primeira coleção de NFTs, chamada de “Pistol Birds” em menos de 12 horas após o lançamento, a Reserva pretende repetir o sucesso com a Spriz NFT Series. Os 4 modelos criados exclusivamente para a coleção de NFTs serão comercializados apenas no período de 48 horas. Depois disso, ainda que não tenham sido vendidos todos os pares, a venda será encerrada, tornando-os cada vez mais raros.

(Mariana Maria Silva/Divulgação)

Cada tênis terá uma numeração específica e um NFT correspondente. O comprador poderá optar por receber o NFT ou o tênis físico no ato da compra, conforme explicou Fernando Fully, designer da ReservaX, divisão da empresa focada na Web3, nova fase da internet.

“No momento da compra de um dos NFTs, será possível colocar o número do seu calçado e optar por receber o tênis físico ou o tênis digital. Eles serão vendidos durante 48 horas independente de se esgotarem nesse período ou não”, disse Fernando Fully, em entrevista à EXAME.

(Mariana Maria Silva/Divulgação)

A diferença entre o físico e o digital no caso da Spriz NFT Series se dará na forma como o item será guardado, caso a intenção do investidor seja em uma possível valorização.

“Depois disso a parte legal do projeto é que você consegue resgatar o tênis físico ou deixá-lo em um cofre especial da Reserva embalado a vácuo para não deteriorar e ele ir valorizando, bem nessa pegada sneakerhead que tem dominado o mundo lá fora”, explicou Fully.

Diferentemente de sua coleção inicial, a Spriz NFT Series além de integrar o mundo físico e o digital, estará presente no metaverso. Os donos de NFTs dos tênis da Reserva poderão utilizá-los em Decentraland, uma das maiores plataformas do gênero na atualidade.

(Mynt/Divulgação)

Escolhido para ser a casa de grandes marcas e empresas, como Dolce & Gabanna, Tommy Hilfiger, Samsung e o banco JPMorgan, Decentraland ganhou destaque no mundo da moda ao sediar o Metaverse Fashion Week no início do ano. Agora, a plataforma contará com a presença dos tênis Spriz.

“Este é o nosso primeiro produto com a saída para o metaverso, ele pode ser usado em Decentraland e estamos em negociação com alguns games”, revelou Fernando Fully, sem divulgar quais seriam os games mencionados.

Além disso, quem comprar um tênis da coleção, desenvolvido pela Reserva exclusivamente para a Web3, terá acesso ao mesmo clube de benefícios que os investidores de outros NFTs da Reserva já possuem.

“Todos os investidores do Spritz e Pistol Birds desbloqueiam um clube de benefícios exclusivos com a Reserva, como descontos, uma loja exclusiva, mentoria com o nosso CEO, cursos, entre outros”, disse Fully. Quem já possui NFTs de coleções anteriores também pode ter o acesso antecipado às vendas de novas coleções da Reserva.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok