Future of Money

Produtos de investimento na Ethereum têm maior perda semanal desde 2022

Investimentos no ether caíram em junho deste ano mesmo após a aprovação dos primeiros ETFs da criptomoeda nos EUA

SEC aprovou pedidos para lançamento de ETFs de ether (Reprodução/Reprodução)

SEC aprovou pedidos para lançamento de ETFs de ether (Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 2 de julho de 2024 às 10h35.

Os produtos negociados em bolsa de investimento em ether, a criptomoeda da Ethereum, enfrentaram uma semana turbulenta no final de junho, registrando o maior fluxo de saques desde agosto de 2022. Dados da CoinShares apontam que esses fundos perderam US$ 61 milhões em investimentos entre 24 e 29 de junho.

No acumulado das duas últimas semanas, esses fundos perderam US$ 119 milhões, resultando em um saldo final no mês de perdas de US$ 37 milhões. A queda fez dos fundos de ether o grupo de ativos com pior desempenho no acumulado do ano em termos de fluxos líquidos, com US$ 25 milhões retirados até agora.

A criptomoeda viu seu preço cair mais de 8,7% em junho, apesar da aprovação dos fundos negociados em bolsa (ETFs, na sigla em inglês) de ether em maio pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês).

Os analistas esperam que os oito fundos aprovados estreiem nas próximas semanas. De acordo com os analistas de ETFs da Bloomberg Eric Balchunas e James Seyffart, a SEC recentemente solicitou que os emissores em potencial reenviassem seus formulários até 8 de julho, adiando o lançamento dos ETFs para meados do mês ou mais tarde.

A gestora Bitwise projetou recentemente que os fundos atrairão US$ 15 bilhões até o final de 2025.

As perdas de investimentos em ether puxaram o desempenho geral dos produtos de investimento em ativos digitais para baixo na última semana. No entanto, em contraste com as semanas anteriores, a maioria dos ETFs de bitcoin tiveram saldo positivo, de acordo com a CoinShares.

Ao longo da semana, o ETF de bitcoin da Grayscale registrou perdas de US$ 153 milhões, compensando um aporte geral de US$ 10 milhões em outros ETFs. Segundo a empresa, os fundos multiativos e de bitcoin "lideraram os aportes, com US$ 18 milhões e US$ 10 milhões, respectivamente".

Os volumes de negociação aumentaram 43% na comparação semanal para US$ 6,2 bilhões em 29 de junho, mas permaneceram "bem abaixo" da média semanal de US$ 14,2 bilhões para o ano até agora, de acordo com a CoinShares.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:EthereumCriptomoedasCriptoativos

Mais de Future of Money

Americano que se mudou para El Salvador para ser 1º cidadão da "Cidade Bitcoin" deixa o país

JPMorgan: altas do bitcoin no curto prazo provavelmente serão temporárias

Bitcoin e Ethereum sobem após estreia de ETFs nos EUA, com inflação e juros no radar

ETFs de Ethereum estreiam nas bolsas dos EUA, com mercado de olho em investimentos

Mais na Exame