Premier League vai buscar parceiro para entrar no mundo cripto com NFTs

Uma das maiores ligas de futebol do planeta deve desembarcar no mundo dos criptoativos, mas também pretende investigar as crescentes ligações entre seus clubes e empresas relacionadas ao setor

A Premier League, liga inglesa de futebol, está considerando uma parceria com uma plataforma de tokens não fungíveis (NFTs), de acordo com o The Times.

Atas da última audiência pública entre a Premier League e representantes da torcida revelam que a liga pensa em se envolver com o mundo dos NFTs, e fontes afirmam que a abordagem da liga será “devagar e cautelosa”, diferentemente do modelo de engajamento de fãs promovido por plataformas como a Socios.com, noticiou o The Times na última segunda-feira, 29.

Diversos times da Premier League lançaram tokens na plataforma da Socios.com, onde os fãs podem comprá-los para receber prêmios, experiências especiais ou votar em pequenas decisões dos clubes.

A Premier League pode, ao invés disso, procurar seguir os passos da liga de futebol espanhola, a LaLiga, que fez parceria com a Sorare, plataforma francesa de colecionáveis do futebol, em setembro deste ano para oferecer NFTs de todos os jogadores da liga para que seus fãs possam negociá-los e utilizá-los em torneios.

Do outro lado do oceano Atlântico, nos Estados Unidos, tanto a NBA quanto a NFL fizeram acordos para criar NFTs oficiais e licenciados através da Dapper Labs, enquanto a MLB, de beisebol, realizou uma parceria com a Topps.

Investigando as ligações entre o mundo cripto e a Premier League

As atas da última audiência pública também revelam que a Premier League irá investigar as crescentes ligações entre os clubes da liga e empresas do mundo cripto. O CEO Richard Masters estaria “comprometido com a questão”.

A plataforma de apostas em cripto Stake.com é a patrocinadora oficial do Watford e estrela a camisa dos jogadores do times, que também conta com o logo da dogecoin em suas mangas. Enquanto isso, o uniforme de treino do Southampton é patrocinado pela Learn Crypto, que possui viés educacional e é parcialmente financiada pela antiga patrocinadora do Watford, a Sportsbet.io, plataforma online de apostas que também é cryptofriendly. A CoinJar também é uma das patrocinadoras do Brentford.

Os representantes da torcida se demonstraram preocupados de que a visibilidade de tais companhias com os times da liga poderia fazer com que os fãs investissem em criptoativos e acabassem perdendo dinheiro. Segundo eles, a indústria não é regulada e portanto, não oferece proteção suficiente ao consumidor.

É possível que as companhias do mundo cripto preencherão o espaço gerado pelo banimento do patrocínio por parte das empresas de apostas nas camisas dos clubes da Premier League que está para ser aprovado em breve.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também