Plataforma de fan tokens investe US$ 100 milhões em iniciativa do Barcelona na Web 3.0

Um dos times mais famosos do mundo, o Barcelona embarca de vez no setor de tecnologia e inovação com investimento milionário
Socios.com já havia realizado o fan token do clube, $BAR (Socios.com/Barcelona FC/Reprodução)
Socios.com já havia realizado o fan token do clube, $BAR (Socios.com/Barcelona FC/Reprodução)
M
Mariana Maria Silva

Publicado em 01/08/2022 às 15:58.

Última atualização em 01/08/2022 às 16:14.

Um dos principais times de futebol do mundo, o Barcelona embarca de vez na tecnologia blockchain e Web 3.0, conhecida como a “nova fase da internet”. Nesta segunda-feira, 1º, o clube anunciou a criação de um hub de inovação que contará com o investimento de US$ 100 milhões da plataforma de fan tokens Socios.com.

O objetivo do Barça Studios é promover uma nova estratégia digital para entregar projetos que envolvem, recompensam e criam conexões com sua torcida em todo o mundo, de acordo com um comunicado.

Com participação de 24,5% no centro de criação e distribuição digital do Barcelona, a Socios.com pretende aumentar a capacidade do clube de entregar produtos digitais significativos para os fãs, criando novas fontes de receita que vão além do futebol.

(Mynt/Divulgação)

Antes de estabelecer a parceria com o Barça Studios, a Socios.com já foi a responsável pela criação do fan token do time, o $BAR. Entre os benefícios do token estão a distribuição de ingressos VIP e produtos e experiências exclusivas aos investidores, como a chance de jogar no Camp Nou, famoso estádio do Barcelona.

De acordo com o comunicado, novos ecossistemas digitais imersivos serão criados pelo Barça Studios em parceria com a Socios.com, que desenvolve seu próprio blockchain com expectativa para lançamento no quarto trimestre de 2022. Um dos objetivos é captar parceiros para o time de futebol.

Focado na indústria de esportes e entretenimento, o blockchain de primeira camada chamado Chiliz Chain 2.0 da Socios.com permitirá que marcas criem NFTs, Fan Tokens, jogos play-to-earn e outros produtos, como programas de fidelidade.

“Nós somos apaixonados pelo papel que a tecnologia pode desempenhar na construção de comunidades que trazem fãs mais próximos de suas equipes e uns dos outros. A tecnologia blockchain pode fornecer aos fãs um papel [na história do clube] que não pode ser removido ou revogado, gasto ou expirado”, comentou Alexandre Dreyfus, CEO da Socios.com e Chiliz.

“Além disso, a aplicação da tecnologia blockchain pode levar a experiência do fã muito além de um engajamento baseado em aplicativo e estrutura de recompensa e entregar utilidade e conectividade em todo o metaverso, fornecendo uma maneira de conectar um número ilimitado de projetos da Web 3.0”, concluiu Dreyfus

No Brasil, o São Paulo Futebol Clube foi o pioneiro em uma iniciativa parecida. O clube anunciou no final de junho a criação do Inova.são, seu hub para iniciativas inovadoras que já possui parcerias com empresas que atuam no setor de tecnologia e blockchain. Entre os principais lançamentos do clube paulista, estão ingressos em NFT e um token de governança.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok