Future of Money

Pix chega a 30% das compras no e-commerce e impulsiona digitalização na América Latina, diz pesquisa

Relatório da Worldpay aponta que cartão de crédito e Pix totalizam 70% de todas as transações no e-commerce brasileiro

Pix impulsiona meios de pagamento digitais na América Latina (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Pix impulsiona meios de pagamento digitais na América Latina (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 7 de maio de 2024 às 17h39.

Última atualização em 7 de maio de 2024 às 18h15.

Um relatório divulgado nesta terça-feira, 7, pela Worldpay, aponta que o Pix já é responsável por 30% de todas as transações no e-commerce brasileiro. Além disso, o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central tem impulsionado meios de pagamento digitais em toda a América Latina, segundo a empresa.

Os dados fazem parte da edição 2024 do The Global Payments Report, que acompanha a evolução dos meios de pagamento ao redor do mundo. De acordo com os dados, o Brasil é o décimo maior mercado de e-commerce em todo o mundo, movimentando US$ 95 bilhões.

Na visão da empresa global, o Pix continua sendo o "queridinho" dos consumidores brasileiros e apresenta um sucesso "esmagador" em termos de adoção, o que também tem facilitado a adoção de meios de pagamento digitais em toda a região, além do avanço das carteiras digitais.

No caso da América Latina, a empresa espera que, até 2027, as carteiras digitais e os métodos de pagamento de conta a conta (A2A), como o Pix, se tornarão os mais usados para pagamentos no e-commerce, superando o cartão de crédito e ajudando no declínio de uso do cartão de débito. A tendência é que os métodos A2A assumam a liderança até 2027.

O relatório aponta ainda que o Brasil tem a liderança regional no uso de métodos de pagamento de conta a conta, graças à grande adesão ao Pix, e também lidera no uso de cartão de crédito. Já a Argentina lidera o uso de carteiras digitais no e-commerce, enquanto o Chile privilegia cartões de débito e pré-pagos.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.  

Para Juan Pablo D'Antiochia, vice-presidente sênior da Worldpay para a América Latina, "estamos vivendo uma imensa transformação no universo dos meios de pagamento. Hoje, as inovações digitais geram uma variedade cada vez maior de tipos de pagamento".

"E os consumidores, que nunca tiveram tantas opções para realizar pagamentos, esperam nada menos do que a perfeição na hora de fazer seu checkout. Este é um momento de possibilidades ilimitadas para consumidores, estabelecimentos comerciais e para a indústria de pagamentos que os conecta", pontua.

Para D'Antiochia, um método de pagamento que deverá ganhar mais espaço nos próximos anos é o de carteiras digitais, que "estão crescendo exponencialmente, e já são o meio preferido para pagamentos na Ásia, Europa e América do Norte. Este método deverá liderar os pagamentos em e-commerce em todas as regiões globalmente até 2027".

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:PIXmeios-de-pagamentoAmérica Latina

Mais de Future of Money

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Show com Lauryn Hill e Mano Brown no Allianz Parque lança NFTs comemorativos

Governo da Alemanha conclui vendas de bitcoin e soma R$ 15 bilhões arrecadados

Mais na Exame