Os 10 aplicativos de cripto e blockchain mais baixados do país em 2022; dois são brasileiros

Os apps de criptomoedas e blockchain mais baixados por brasileiros em 2022 já passam de 1 milhão de downloads; lista tem apenas duas empresas brasileiras entre os 10 primeiros
Carteiras e corretoras compõem a lista dos apps de critpomoedas mais baixados do país em 2022 (Oscar Wong/Getty Images)
Carteiras e corretoras compõem a lista dos apps de critpomoedas mais baixados do país em 2022 (Oscar Wong/Getty Images)
G
Gabriel Rubinsteinn

Publicado em 02/06/2022 às 12:48.

Última atualização em 06/06/2022 às 09:53.

O setor de criptomoedas encontrou no Brasil um mercado interessado e gigantesco. O crescimento no número de investidores já provocou discussões para mudanças na legislação, chamou atenção de grandes instituições financeiras e, claro, atraiu alguns dos maiores players da indústria blockchain internacional para o país.

Considerando que é um mercado totalmente digitalizado e que, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), existem mais smartphones em uso do que habitantes no Brasil - são cerca de 242 milhões de celulares inteligentes no país - é natural que grande parte das operações e interações de usuários e investidores com o mercado cripto aconteça nesse tipo de dispositivo.

Não por acaso, já são vários os aplicativos relacionados ao universo cripto com centenas de milhares de downloads por usuários brasileiros em 2022 - alguns deles já na casa do milhão de downloads apenas neste ano. E, entre os 10 aplicativos de cripto e blockchain mais baixados no país, apenas um pertence à uma empresa brasileira.

(Mynt/Divulgação)

O app de cripto e blockchain com maior número de downloads no Brasil em 2022, segundo levantamento do site Data.AI, é o da plataforma Crypto.com, que oferece serviços financeiros com criptomoedas, da compra e venda dos ativos digitais a cartão de débito com cripto, entre outros. Já são 1,92 milhão de downloads no ano.

A segunda colocação é da corretora cripto Binance, com 1,45 milhão de downloads em 2022, seguida pela carteira MetaMask, com 881.368 downloads entre 1 de janeiro e 30 de maio. Os outros cinco apps mais baixados no país até agora no ano pertencem à corretoras cripto: Bitso (667.649 downloads), Mercado Bitcoin (581.892), KuCoin (476.929), BitcoinTrade (408.811) e Huobi (408.525). Completam o Top 10 a carteira Trust (186.546) e a corretora Coinbase (185.900).

O levantamento, que considera o total de downloads unificado dos dois principais sistemas operacionais (iOS e Android), tem no Mercado Bitcoin a primeira empresa brasileira entre os apps mais baixados no país. A BitcoinTrade, na sétima colocação, também foi criada no Brasil, mas foi adquirida pela argentina Ripio no ano passado.

  • 1 - Crypto.com - 1.929.538 de downloads
  • 2 - Binance - 1.453.374 de downloads
  • 3 - MetaMask - 881.368 downloads
  • 4 - Bitso - 667.649 downloads
  • 5 - Mercado Bitcoin - 581.892 downloads
  • 6 - KuCoin - 476.929 downloads
  • 7 - BitcoinTrade - 408.811 downloads
  • 8 - Huobi - 408.525 downloads
  • 9 - Trust: Crypto & Bitcoin Wallet - 186.546 downloads
  • 10 - Coinbase - 185.900 downloads

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok