O que são NFTs? Entenda como criar, comprar e vender tokens não-fungíveis

Os tokens não-fungíveis abrem as portas para um mundo totalmente novo em que a negociação de ativos digitais exclusivos pode ser extremamente rentável. Aprenda a criar, comprar e vender NFTs

Os NFTs se tornaram uma das maiores tendências do mundo dos criptoativos em 2021, com um aumento de 55% nas vendas em relação a 2020, que saíram de 250 para 389 milhões de dólares. Nesse guia você entenderá  como criar, comprar e vender os esses ativos únicos.

Os tokens não-fungíveis (NFTs) são criptoativos colecionáveis exclusivos que já existem desde 2012, quando o conceito de moedas coloridas de bitcoin surgiu pela primeira vez . Essas moedas eram simples satoshis, ou seja, pequenas frações de um bitcoin coloridas com informações distintas que poderiam conectá-las aos ativos do mundo real. Para a maioria, no entanto, as moedas coloridas eram utilizadas para negociar trabalhos artísticos como cards digitais do meme “Rare Pepe” na Counterparty, uma plataforma de negociações peer-to-peer construída no blockchain do bitcoin.

As imagens adaptadas do sapo que se tornou um meme muito famoso na internet são um exemplo de arte digital exclusiva vinculada aos tokens de criptoativos, que abriram o caminho para a idealização e criação de novos padrões não-fungíveis de tokens – um conjunto de blocos no blockchain que permite que desenvolvedores criem seus próprios NFTs.

Em suma, os NFTs podem representar virtualmente qualquer tipo de item, seja ele real ou intangível, incluindo:

  • Trabalhos artísticos
  • Itens virtuais dentro de videogames, como skins, moedas digitais, armas e avatares
  • Música
  • Colecionáveis, como cards digitais
  • Ativos do mundo real tokenizados, desde imóveis e carros a cavalos de corrida e tênis de marcas famosas
  • Terrenos virtuais
  • Vídeos de momentos icônicos do esporte

Como criar NFTs

Criar seu próprio trabalho artístico em NFT, como um GIF ou uma imagem, é um processo relativamente simples e não requer muito conhecimento sobre a indústria cripto. A arte em NFT também pode ser utilizada para criar colecionáveis, como conjuntos de cards digitais.

Antes de começar, é necessário decidir qual blockchain será utilizado para a emissão de seus NFTs. No momento, o Ethereum é o blockchain mais utilizado para criação de tokens não-fungíveis. No entanto, outros blockchains também estão se popularizando no mundo dos NFTs, incluindo:

  • Binance Smart Chain
  • Flow, da Dapper Labs
  • Tron
  • EOS
  • Polkadot
  • Tezos
  • Cosmos
  • WAX
  • Solana

Cada blockchain tem o seu próprio padrão de token não fungível, carteira digital compatível e marketplace. Por exemplo, se você criar NFTs na Binance Smart Chain (BSC), somente poderá vendê-los nas plataformas que possuem suporte para ativos da BSC. Isso significa que você não poderá vendê-los em plataformas como a OpenSea, que é um marketplace baseado na rede Ethereum.

Considerando que o Ethereum tem o maior ecossistema de NFTs, confira o que é necessário para criar seu próprio token não fungível neste blockchain:

  • Uma carteira compatível com a rede que suporte tokens ERC-721 (o padrão para NFTs da Ethereum), como a MetaMask, Trust Wallet ou Coinbase Wallet.
  • Por volta de 50 a 100 dólares em ether (ETH). Se estiver utilizando uma carteira digital da Coinbase, você pode comprar ether diretamente na plataforma utilizando moedas fiduciárias, como o dólar. Se não, será necessário comprar ether em uma corretora de criptoativos.

Assim que tiver suas unidades de ether, existem diversas plataformas focadas em NFTs que conectam sua carteira digital e realizam o upload do arquivo escolhido para transformá-lo em um NFT.

Os principais marketplaces de NFT da rede Ethereum são:

A Makersplace também permite a criação de NFTs, mas é necessário um cadastro especial para se tornar um artista listado na plataforma.

Entenda como o processo funciona na OpenSea, atualmente o maior marketplace de NFTs da Ethereum.

Antes de começar, é necessário ter uma carteira digital da MetaMask. Caso não tenha, o site te redirecionará para efetuar o cadastro.

Ao clicar no círculo verde no canto superior direito, você acessa a página de coleções clicando em “My Collections”. A partir disso, podemos começar a criar a coleção que hospedará o NFT em “Create a collection”.

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

Nessa etapa, você já poderá inserir os arquivos que deseja para ícone e capa da sua coleção, além de definir também um nome e descrição.

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

É válido destacar que todos os nomes no OpenSea passam por uma validação automática, que confere se o mesmo já não está em uso na plataforma.

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

O OpenSea também permite que você adicione seus contatos como website e redes sociais:

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

E enfim, a sua coleção estará pronta:

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

Agora você está pronto para criar o seu primeiro NFT! Na página da sua coleção, ao clicar no botão azul do canto superior direito “Add item”, você será redirecionado para a página que possibilita a configuração de todos os detalhes.

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

Essa página é bem similar àquela em que criamos as coleções. Você deve selecionar o arquivo, definir nome e descrição, e também determinar à qual coleção o seu NFT pertencerá.

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

Além disso, é possível fazer com que partes do conteúdo sejam bloqueadas e reveladas apenas ao futuro dono, ou até mesmo censurar algum tipo de conteúdo sensível.

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

Com tudo isso pronto, você já tem seu primeiro NFT! Acesse a página do Future of Money no OpenSea para ter a experiência de verificar o resultado desse tutorial na prática.

Quanto custa para criar NFTs?

No OpenSea, plataforma que você acabou de conhecer, o processo é inteiramente gratuito. Contudo, outras plataformas podem cobrar taxas. No blockchain da Ethereum, essa taxa é conhecida como “Gas”, uma quantidade de ether necessária para realizar determinada função na rede – que nesse exemplo, seria adicionar um novo NFT ao marketplace. O custo da taxa de Gas pode variar de acordo com o o volume de movimentações na rede. Quanto maior o número de pessoas realizando transações em determinado horário, mais caras serão as taxas de Gas.

Dica: as taxas de Gas da Ethereum costumam ficar significativamente mais baratas durante o final de semana, quando menos pessoas estão realizando transações na rede. Isso pode ajudar quando for necessário listar vários NFTs para venda.

Como vender NFTs

Para vender os NFTs que você acabou de aprender a criar, abra a página dele e clique no botão “sell”, ou “vender” em português.

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

Você será redirecionado à uma página onde poderá definir as condições de venda, como por exemplo, se prefere vender por leilão, preço fixo, ou disponibilizar o item apenas em conjunto a outros itens.

 (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

Ether e outros tokens no padrão ERC-20 são os criptoativos mais comuns que podem ser utilizados como formas de pagamento por seus NFTs, embora algumas plataformas aceitem apenas o token nativo de seu respectivo blockchain. VIV3, por exemplo, é um marketplace baseado no blockchain Flow e só aceita os tokens FLOW.

Você também pode receber uma comissão se alguém que comprar o seu NFT vendê-lo posteriormente. Ao clicar em “edit” para editar a página de sua coleção, você poderá configurar a porcentagem da taxa a ser recebida em eventuais revendas, que pode ser de no máximo 10% no OpenSea, e inserir o endereço da carteira digital em que gostaria de recebê-la. Essa funcionalidade tem o potencial de criar automaticamente uma renda passiva vitalícia para artistas e outros criadores de conteúdo, graças a tecnologia dos smart contracts.

No caso do OpenSea, é possível escolher o blockchain onde hospedar seus NFTs e os tokens que irá aceitar como pagamento.

O endereço de sua carteira digital deve se parecer com este. Os últimos caracteres foram ocultados.

O endereço de sua carteira digital deve se parecer com este. Os últimos caracteres foram ocultados. (Future of Money/OpenSea/Divulgação)

Mesmo não sendo o caso de todas as plataformas, é válido considerar que listar NFTs em um marketplace pode ter um custo para completar o processo. O OpenSea fica com 2,5% do valor das vendas realizadas na plataforma.

Como comprar NFTs

Antes que você vá correndo comprar seus NFTs, existem quatro fatores que devem ser levados em consideração antes da compra:

  • Em qual marketplace você pretende comprar?
  • Qual carteira digital você precisa ter para se conectar com a plataforma e realizar a compra?
  • Qual criptomoeda você precisa ter para pagar pelo NFT?
  • Os NFTs que você gostaria de comprar serão vendidos em uma data e horário específicos, como um conjunto ou por meio de um lançamento exclusivo?

Como você pode imaginar, alguns NFTs são disponibilizados apenas em algumas plataformas específicas. Por exemplo, se você quiser comprar os NFTs do NBA Top Shot, precisará de uma conta no marketplace da plataforma e uma carteira digital da Dapper e alocar fundos com a stablecoin USDC, ou utilizar as opções de depósito com moedas fiduciárias que sejam aceitas pela plataforma. Você também terá que esperar pelo anúncio da data de lançamento e tentar a sorte para comprar antes que esgotem.

Conjuntos e lançamentos exclusivos estão se tornando cada vez mais comuns como um método de vender NFTs escassos para uma audiência de compradores com um grande apetite por colecionáveis. Tais lançamentos normalmente necessitam que o usuário se cadastre e aloque fundos em sua carteira digital com antecedência para que não perca a oportunidade de compra. NFTs do gênero podem esgotar em segundos, então você precisa estar com tudo pronto.

Onde comprar NFTs

Para os interessados em comprar NFTs, aqui está uma lista dos marketplaces mais populares de 2021:

E dois representantes brasileiros:

Agora é um bom momento para entrar no mundo dos tokens não-fungíveis?

O frenesi dos NFTs está longe de acabar. Grandes marcas e celebridades como o UFC, Visa, Budweiser, Coca-Cola e Shawn Mendes assinaram acordos para lançar seus próprios ativos não-fungíveis em breve, e até mesmo a Grimes, namorada do Elon Musk, entrou para o time vendendo trabalhos artísticos que equivalem à praticamente 35 milhões de reais em apenas alguns minutos.

Mason Nystrom, analista da Messari, antecipa que o mercado de NFTs irá ultrapassar a marca de 1,3 bilhão de dólares até o final de 2021, conforme mais artistas, marcas e personagens icônicos entram para o espaço a fim de criar seus próprios tokens exclusivos. Com cada vez mais blockchains competindo para produzir os melhores serviços no mundo dos NFTs e uma gama crescente de plataformas para escolher, agora é um ótimo momento para garantir o seu espaço no mundo dos tokens não-fungíveis.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também