Acompanhe:

Nova fase da internet com blockchain e criptomoedas pode elevar segurança digital, diz especialista

A tecnologia blockchain pode aumentar a segurança na internet; descentralização, velocidade e transparência também podem aumentar com a chegada da Web 3.0

Modo escuro

Continua após a publicidade
Web 3.0 pode ser a nova fase da internet (Waitforlight/Getty Images)

Web 3.0 pode ser a nova fase da internet (Waitforlight/Getty Images)

M
Mariana Maria Silva

Publicado em 14 de junho de 2022 às, 17h29.

Desde sua invenção, a internet passou por diversas fases até a que nos encontramos agora: a Web 2.0. No entanto, uma nova fase pode estar surgindo a partir do advento da tecnologia blockchain, e ela ficou conhecida como Web 3.0.

Descentralizada, a Web 3.0 promete o controle dos dados ao próprio usuário, que também poderá conectar carteiras digitais com toda uma variedade de ativos para interagir na internet. Muitos especialistas enxergam as vantagens do novo modelo, e um deles é Otávio Viana, engenheiro da NAVA Technology for Business, uma empresa de serviços e soluções de negócios e tecnologia.

“Os dados poderão ficar armazenados no blockchain, garantindo maior segurança e privacidade. Isso vai contribuir para a criação de ambientes de negócios mais sustentáveis”, afirmou Otávio, que acredita que a segurança nas transações na internet possa aumentar significativamente com a adoção mais ampla da tecnologia blockchain.

(Mynt/Divulgação)

Enquanto hoje os dados de internautas ficam guardados nas mãos de grandes empresas de tecnologia e seu uso por parte delas pode gerar conflitos de interesses, a Web 3.0 promete acabar com isso.

Na nova fase da internet, em tese, não veremos mais o CEO da Meta, Mark Zuckerberg, ter de comparecer à julgamentos por conta do uso indevido de dados de seus usuários, por exemplo.

Um grande defensor da Web 3.0, Viana lista algumas das principais características deste novo padrão na internet:

Descentralização: principal característica do novo modelo, a medida permite que os usuários sejam detentores de suas informações; eles participarão das tomadas de decisão e compartilharão informações de forma segura.
Segurança: ao utilizar a tecnologia blockchain, a Web 3.0 vai garantir mais segurança para o usuário, pois todas as atividades terão que ser assinadas com sua chave privada. Além disso, com mais de dez anos de existência, a tecnologia blockchain não sofreu invasão cibernética.
Velocidade: o novo modelo promete remodelar a web para que ela seja mais rápida, mais segura e mais resistente ao cibercrime.
Transparência: mecanismos que possibilitam avaliar a autenticidade de dados, transações, contratos inteligentes, são alguns exemplos de ferramentas que permitem a eliminação de erros, fraudes e até fake news.

Apesar de ter ganhado vida com a criação do bitcoin em 2009, conceitos que remetem à tecnologia blockchain já haviam sido idealizados por especialistas da tecnologia há muitos anos. O próprio criador da “Web 1.0”, ou World Wide Web, Tim Berners-Lee pensava em uma tecnologia que acabou não colocando em prática, a Web Semântica, que em muito se assemelha ao blockchain.

“Considerando os seus benefícios, a Web 3.0 trará uma mudança radical na forma como compramos, realizamos pagamentos, interagimos uns com os outros e nos divertirmos. Os algoritmos também entenderão os desejos e perfis dos usuários de forma mais consistente. O acesso seguirá sendo feito por meio de navegadores e as aplicações conhecidas como DApps também passarão a operar de forma descentralizada, possibilitando o acesso direto aos blockchains”, finalizou Otávio Viana.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok

Últimas Notícias

Ver mais
‘Acreditamos muito em moedas digitais’, diz CEO da Mastercard no Brasil
Future of Money

‘Acreditamos muito em moedas digitais’, diz CEO da Mastercard no Brasil

Há um dia

Telegram anuncia uso de blockchain para distribuir receita e criptomoeda Ton dispara 40%
Future of Money

Telegram anuncia uso de blockchain para distribuir receita e criptomoeda Ton dispara 40%

Há 3 dias

Argentina autoriza entrada da Starlink, a internet via satélite de Elon Musk
Tecnologia

Argentina autoriza entrada da Starlink, a internet via satélite de Elon Musk

Há 4 dias

Concurso da Caixa: banco exige conhecimentos em bitcoin, blockchain e Drex
Future of Money

Concurso da Caixa: banco exige conhecimentos em bitcoin, blockchain e Drex

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais