NFTs da Bored Ape vão para Hollywood com trilogia produzida pela Coinbase

Os tokens não fungíveis de uma das maiores coleções de todos os tempos vão ocupar as telonas nos filmes produzido pela Coinbase, em parceria com profissionais de Hollywood
Donos de NFTs da coleção vão poder se inscrever para estrelar filmes (YugaLabs/ApeCoin/Reprodução)
Donos de NFTs da coleção vão poder se inscrever para estrelar filmes (YugaLabs/ApeCoin/Reprodução)
M
Mariana Maria Silva

Publicado em 11/04/2022 às 16:46.

Última atualização em 11/04/2022 às 16:47.

Uma das maiores coleções de NFTs de todos os tempos, a Bored Ape Yacht Club está chegando para as telonas. Os NFTs de macacos entediados irão estrelar uma trilogia de filmes idealizada pela Coinbase, com a ajuda de nomes experientes em Hollywood.

O anúncio desta segunda-feira, 11, é mais um no caminho extremamente positivo que a coleção vem trilhando nas últimas semanas, quando anunciou sua própria criptomoeda, um metaverso e a aquisição de outras importantes coleções de NFTs, como CryptoPunks e Meebits.

Agora, a coleção é o rosto do setor de tokens não fungíveis, e vai estrelar a trilogia de curtas-metragens intitulada “The Degen Trilogy”. A estreia será em junho no NFT.NYC, o evento anual sobre NFTs que ocorre nos Estados Unidos.

(Future of Money/Laatus/Divulgação)

Os personagens dos filmes serão os NFTs da coleção, que vão receber uma dublagem em algumas partes da trama. Os donos de “Bored Apes” foram convidados pelo projeto a enviar seus macacos para uma seleção de elenco, junto com descrições de personagens inventadas por eles. As inscrições serão revisadas por um diretor de elenco real de Hollywood.

A produção dos curtas-metragens está por conta do novo braço de mídia da Coinbase, liderado pelo diretor de marketing e entretenimento William Swann. Swann já trabalhou por seis anos na The Weinstein Company, onde atuou diretamente nas produções de séries da HBO e sucessos de bilheteria como Pequenos Espiões e Pânico 4.

O executivo, que busca trazer sua experiência no mercado de filmes para as novas produções da Coinbase, explicou que a trilogia pode ser vista como “uma carta de amor à tecnologia NFT”, por ter fornecido “tanta liberação criativa para os artistas”. “Nós realmente olhamos para [os Bored Apes] como uma espécie de Estrela Guia no mundo dos NFTs. Eles criaram uma comunidade tão grande e envolvente”, acrescentou Swann, em entrevista ao CoinDesk.

Para ter acesso aos filmes, os usuários vão precisar conectar ou criar carteiras digitais na Coinbase. Eles também estarão conectados ao novo marketplace de NFTs da corretora, que será lançado “muito em breve”, de acordo com Swann.

Embora não esteja diretamente envolvida, a empresa responsável pela Bored Ape Yacht Club revelou que vai acompanhar de perto e aprova o projeto. “Estamos vendo como os NFTs estão evoluindo para serem veículos de acesso e participação em redes, jogos, mercadorias e agora entretenimento interativo. Este é um projeto inovador e estamos empolgados em ver como isso molda o futuro da Web 3 para todas as comunidades”, disse Nicole Muniz, a CEO da Yuga Labs, em um comunicado à Coindesk.

Esta não é a primeira e nem a última vez que os NFTs da Yuga Labs são aproveitados para outros projetos. A Coinbase revelou que possui planos futuros para filmes da Mutant Ape Yacht Club, coleção de macacos mutantes criada pela empresa. Em março, a Universal Music Group anunciou a criação de uma banda no metaverso, cujos integrantes e o empresário seriam NFTs da Bored Ape Yacht Club.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok