Netflix usa blockchain para divulgar filme com Ryan Gosling e Chris Evans no metaverso

Em parceria com Decentraland, um dos maiores metaversos da atualidade, gigante do streaming criou experiências imersivas de novo filme com estrelas de Hollywood
Ryan Gosling e Chris Evans são estrelas de novo filme da Netflix (Netflix/Reprodução)
Ryan Gosling e Chris Evans são estrelas de novo filme da Netflix (Netflix/Reprodução)
M
Mariana Maria SilvaPublicado em 05/08/2022 às 20:20.

Em busca de novas formas para divulgar suas produções, a Netflix chegou ao metaverso. Em parceria com a Decentraland Foundation e a The Electric Factory, a gigante do streaming proporciona experiências imersivas aos fãs de Ryan Gosling e Chris Evans.

Os dois estrelam “The Gray Man”, o novo thriller de espionagem da Netflix. Por meio da “Missão Metaverso”, os fãs poderão encarar um labirinto e provar seus conhecimentos sobre o enredo ao longo do caminho, que apresenta uma paisagem recriada do filme.

(Mynt/Divulgação)

Para o Decentraland, a melhor maneira de acessar o metaverso é replicar uma cena real do filme. Isso não apenas atrai aqueles que já o assistiram, mas também “impulsiona os usuários que estão no Decentraland e jogam no labirinto, os convencendo a assistir ao filme”, disse Martin Shibuya, diretor de arte do Decentraland ao Blockworks.

Ao entrar no labirinto, os usuários ouvem a música original do filme e o vídeo de instruções do protagonista Ryan Gosling. O objetivo, de acordo com as empresas ao Blockworks, é promover “The Gray Man e “explorar novas maneiras interativas que uma marca pode se conectar com os fãs virtualmente”.

Em sua primeira semana após o lançamento, 2 mil pessoas passaram pelo labirinto, de acordo com dados divulgados pelo Decentraland. Quando os usuários chegam à uma fonte e desbloqueiam uma sala secreta, eles podem conectar suas carteiras digitais para registrar o tempo que levaram para concluir o desafio. O tempo mais rápido até o momento foi de 13 segundos.

Os usuários também podem ganhar recompensas como uma roupa ou acessório digital gratuito para o seu avatar, que são enviados imediatamente para suas carteiras. Entre as opções estão as roupas e acessórios dos três agentes principais; A jaqueta de Sierra Six, o bigode e a camisa polo de Lloyd e o blazer de Miranda, personagens do novo filme.

De acordo com a The Electric Factory, responsável pela entrada da Netflix no metaverso, empresas que investem na tecnologia terão vantagens sobre as outras no futuro. O aluguel de terrenos virtuais, como é o caso da parceria com a Netflix, estaria se tornando cada vez mais recorrente.
“As empresas que fazem isso hoje terão uma grande vantagem amanhã se entenderem como isso funciona e como as pessoas podem interagir no metaverso”, afirmou Diego Alvarez, desenvolvedor sênior de negócios da The Electric Factory.

Decentraland, a plataforma escolhida para a iniciativa, é um dos maiores metaversos da atualidade e abriga outras grandes marcas e empresas. Samsung, Nike, Coca-Cola e o banco JPMorgan são apenas alguns nomes em uma lista extensa.

Além disso, o Decentraland se destaca no mundo da moda com um Fashion Week que contou com Dolce & Gabbana, Tommy Hilfiger e Forever 21 para mostrar o que há de mais moderno nas roupas virtuais e físicas.