Future of Money
Acompanhe:

Maior empresa de empréstimos com criptomoedas pode declarar falência

Genesis está passando por problemas financeiros após quebra da FXT e já suspendeu pagamentos para clientes

Genesis é a principal empresa do setor de empréstimos com criptomoedas (Genesis Capital/Reprodução/Reprodução)

Genesis é a principal empresa do setor de empréstimos com criptomoedas (Genesis Capital/Reprodução/Reprodução)

C
Cointelegraph Brasil

19 de janeiro de 2023, 14h18

A empresa de empréstimos de criptomoedas Genesis Global Capital, uma subsidiária do conglomerado de criptoativos Digital Currency Group (DCG) e a maior do segmento, estaria se preparando para declarar falência já nesta semana.

De acordo com uma matéria da Bloomberg, a Genesis disse anteriormente que estava considerando um pedido de falência se não conseguisse levantar dinheiro em meio a uma crise de liquidez — uma situação semelhante à da exchange FTX anteriormente, em novembro. Citando pessoas com conhecimento da situação, a Bloomberg informou que a Genesis pode entrar com pedido de falência ainda nesta semana.

  • A melhor experiência e atendimento em português. Ninguém merece consultar o tradutor online enquanto tem problemas com o suporte, por isso, a Mynt tem atendimento humanizado 24 horas e em português. Abra sua conta e tenha uma experiência única ao investir em crypto.

A informação surgiu após a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) anunciar em 12 de janeiro que havia cobrado a Genesis e a corretora de criptomoedas Gemini por oferecer títulos não registrados por meio do programa “Earn” da Gemini. O caso está em andamento.

O cofundador da Gemini, Cameron Winklevoss, também divulgou várias cartas abertas através das redes sociais citando o CEO do Digital Currency Group, Barry Silbert, e alegando que a Genesis devia US$ 900 milhões à Gemini pelos fundos que a empresa emprestou a ela como parte do mesmo programa. O DCG disse que as alegações de Winklevoss eram "ataques maliciosos, falsos e difamatórios".

Muitos dos problemas de liquidez relatados podem estar ligados ao colapso da empresa de capital de risco e investimentos em criptomoedas Three Arrows Capital em 2022. Silbert disse aos acionistas em janeiro que a Three Arrows devia à Genesis US$ 447,5 milhões e 4.550 bitcoins — no valor de aproximadamente US$ 78 milhões na época.

No entanto, a Genesis também detinha cerca de US$ 175 milhões na FTX antes de sua falência em novembro, provavelmente contribuindo para a crise de liquidez da empresa e relatórios de possível insolvência. A empresa suspendeu as retiradas após o pedido de falência da exchange.

Caso o gigante com empréstimos de criptomoedas também entre em falência, ela seria a mais recente de uma série de colapsos no mercado cripto, incluindo Terraform Labs, Voyager Digital, Celsius Network, Three Arrows Capital, FTX e BlockFi.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok