Future of Money

Maior banco da Alemanha conclui teste de plataforma tokenizada de investimento

Projeto DAMA busca criar novo sistema de gerenciamento de ativos digitais para transações de títulos tokenizados

Deustche Bank testará em Singapura plataforma com tokenização (Andriy Onufriyenko/Getty Images)

Deustche Bank testará em Singapura plataforma com tokenização (Andriy Onufriyenko/Getty Images)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 22 de fevereiro de 2023 às 12h00.

O Deutsche Bank Singapore, filial do maior banco da Alemanha, e a Memento Blockchain concluíram com sucesso a fase de prova de conceito do Projeto DAMA (Digital Assets Management Access, em inglês), idealizado para facilitar o gerenciamento de fundos digitais que investem em títulos tokenizados.

De acordo com o relatório, os responsáveis pelo projeto conseguiram criar um fundo de ativos digitais com seu próprio token vinculado a um blockchain e lançar uma forma de converter diretamente fundos fiduciários para ativos digitais por parte dos seus clientes.

Com a novidade, os investidores institucionais poderiam então ingressar no fundo por meio da cunhagem direta de tokens, termo que define o processo de criação do criptoativo, por meio de um agregador de uma corretora de criptomoedas descentralizada ou por meio de um mercado integrado.

Como primeiro passo, o Deutsche Bank e a Memento Blockchain criaram uma plataforma de finanças descentralizadas (DeFi, na sigla em inglês) na Ethereum e um token soulbound (SBT) exclusivo e intransferível. Usando o SBT, os desenvolvedores da plataforma poderiam verificar a identidade do proprietário da carteira e conceder-lhes acesso a oportunidades de investimento sem exigir suas informações pessoais a cada vez.

Enquanto isso, uma âncora de confiança mantém as verificações dos procedimentos de autenticidade e segurança e os documentos que acompanham o cliente fora do blockchain. O SBT também pode ser usado para restringir o acesso a serviços ou produtos que não correspondam à tolerância ou experiência de risco dos usuários subjacentes.

Para investir em um fundo, os investidores institucionais detentores do SBT forneceriam garantias para cunhar e receber ações tokenizadas do fundo de investimento digital subjacente de sua escolha. As ações tokenizadas podem então ser trocadas por meio de um mercado digital integrado para ativos digitais, como stablecoins.

Já em relação aos gestores de patrimônios, o projeto permitiria que eles criassem fundos tokenizados usando uma janela em redes de testes na Ethereum envolvendo uma variedade de estratégias, como depósito de criptomoedas em redes DeFi.

Para garantir a segurança de ativos, o Deutsche Bank e a Memento Blockchain utilizaram a carteira digital MetaMask para o Projeto DAMA. A MetaMask é incorporada à plataforma como a carteira digital escolhida pelos parceiros para facilitar a transferência de ativos digitais.

Os investidores institucionais precisariam manter um SBT em sua carteira MetaMask para acessar os aplicativos descentralizados da plataforma. Para as próximas etapas, o Deustche Bank disse que está explorando o uso do Projeto DAMA em Singapura, onde atualmente existem 1.100 gestores de fundos registrados com um total combinado de US$ 3,36 trilhões em ativos sob gestão.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:AlemanhaDeutsche BankTokenização

Mais de Future of Money

Bancos gastam 25 vezes mais que fintechs com segurança digital, mas perdem 5 vezes mais em fraudes

Criptomoedas não são afetadas por apagão cibernético e usuários elogiam blockchain

Criptomoedas meme e de IA lideraram mercado cripto no 2º trimestre, mostra relatório

BCE realiza primeiro teste de tokenização de títulos privados com banco

Mais na Exame