Jay-Z e criador do Twitter desenvolvem plataforma de educação financeira com foco no bitcoin

O famoso rapper quer evitar o avanço do crime na periferia de Nova York, onde foi criado, promovendo as ferramentas que acredita serem necessárias para a independência financeira
Jay-Z foi nascido e criado em um complexo residencial em Nova York (Chris McGrath/Getty Images)
Jay-Z foi nascido e criado em um complexo residencial em Nova York (Chris McGrath/Getty Images)
M
Mariana Maria Silva

Publicado em 10/06/2022 às 17:09.

Última atualização em 10/06/2022 às 17:44.

O rapper Jay-Z está lançando um programa de educação financeira sobre criptomoedas em parceria com Jack Dorsey, o cofundador do Twitter e CEO da Block Inc. Chamado de Bitcoin Academy, o projeto ensinará moradores do complexo residencial onde o rapper nasceu como obter sua independência financeira longe do crime.

Com aulas duas vezes por semana, do final de junho até setembro de 2022 na Marcy Houses, complexo residencial localizado no Brooklyn, em Nova York, o projeto financiado por doações de Jay-Z e Jack Dorsey pretende ensinar o uso do bitcoin como uma ferramenta de libertação financeira.

As chamadas Marcy Houses são complexos residenciais similares aos condomínios da CDHU no Brasil. Nascido e criado na unidade do Brooklyn, Jay-Z foi abandonado pelo pai aos 11 anos e relata ter tido de conviver com o avanço do tráfico de drogas na região.

“Um alô para o Jack Dorsey! A Bitcoin Academy, que começa na Marcy, um lugar que me ensinou tanto, e é o primeiro de muitos, eu espero. O objetivo é simplesmente dar às pessoas as ferramentas para construírem sua independência e para a comunidade em que vivem”, publicou Jay-Z em sua conta oficial no Twitter, rede social criada por Jack Dorsey.

O currículo abordará o que é uma criptomoeda, como funcionam a tecnologia blockchain e como identificar fraudes. Também incluirá aulas presenciais e online de Lamar Wilson, operador do Black Bitcoin Billionaire, e Najah J. Roberts, fundadora e CEO do espaço de eventos e educação Crypto Blockchain Plug.

(Mynt/Divulgação)

Cada participante receberá um smartphone, dispositivo móvel de WiFi e um plano de dados de um ano, além de uma pequena quantidade de bitcoin para aprender a investir. Uma programação de ensino chamada “Crypto Kids Camp” também será oferecida para crianças e adolescentes de 5 a 17 anos.

A Bitcoin Academy não é o primeiro projeto em que Jay-Z e Jack Dorsey colaboram. No último ano, eles lançaram o Btrust, um fundo de bitcoin que se concentrou no desenvolvimento da criptomoeda na África e na Índia. Jay-Z e Dorsey fizeram uma doação inicial de 500 BTC, que totalizou quase US$ 24 milhões na época, tornando o Btrust um dos maiores fundos de desenvolvimento.

Além do bitcoin e das criptomoedas, o rapper também está envolvido com os tokens não fungíveis (NFTs). No último ano, Jay-Z leiloou um NFT na Sotheby's por US$ 139 mil. Os lucros da venda foram para a Fundação Shawn Carter e outras instituições de caridade que Jay-Z apoia. A arte digital criada pelo artista Derric Adams marcou o 25º aniversário de seu álbum Reasonable Doubt.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok