Future of Money

Itaú e Genial fecham parceria com 'B3 em blockchain' e vão distribuir ações tokenizadas

Bancos atuarão como distribuidores e serão integrados ao mercado secundário da plataforma de ações tokenizadas que já negociou R$ 2 milhões em um ano

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 24 de novembro de 2023 às 15h05.

Última atualização em 24 de novembro de 2023 às 17h49.

A BEE4,uma plataforma que funciona como uma espécie de bolsa de valores em blockchain, anunciou esta semana uma parceria com dois titãs do mercado financeiro brasileiro, Itaú Unibanco e Genial Investimentos. Os bancos funcionarão como corretoras externas à plataforma, que integra o sandbox regulatório da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e é destinada à tokenização de ativos de empresas com faturamento anual entre R$ 10 milhões e R$ 300 milhões.

Segundo um comunicado, as duas corretoras devem ofertar aos seus clientes os tokens da próxima oferta pública (IPO, na sigla em inglês) de empresas a serem listadas na BEE4. Em seguida, Itaú Unibanco e Genial Investimentos serão integrados ao mercado secundário da plataforma.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Itaú

Guto Antunes, head da Itaú Digital Assets, revelou que os tokens serão ofertados a clientes do private banking com investimentos acima de R$ 15 milhões. Isso porque os criptoativos, que servirão como opção de diversificação de portfólio, se enquadram nesse público, formado por investidores que já conhecem fundos negociados em bolsa (ETFs, na sigla em inglês) tokenizados.

“O projeto da Itaú Corretora com a BEE4 representa mais um avanço estratégico da Itaú Digital Assets no mercado de tokenização brasileiro, ampliando as oportunidades para os clientes do banco nesse ecossistema. Além disso, a iniciativa se conecta ao nosso compromisso em ser agente ativo e propositivo nas evoluções tecnológicas e regulatórias, com olhar no futuro das finanças e focados na segurança e experiência do cliente dentro do mundo de ativos digitais”, disse Guto Antunes, head da Itaú Digital Assets, em um comunicado.

Em 2022, o Itaú chegou a anunciar a negociação de debêntures em blockchain por meio de uma parceria com a Vórtx QR Tokenizadora, que foi uma das empresas selecionadas para emissão de valores mobiliários tokenizados dentro do sandbox regulatório da CVM. Porém, as duas debêntures, uma de R$ 74 milhões da empresa de home care Salinas Participações e outra de R$ 60 milhões da empresa de crédito estudantil Pra Valer, acabaram encarteiradas pela tesouraria.

Genial

De acordo com a publicação, a Genial deve focar em seus clientes de varejo e assumir a função da Beegin, canal de distribuição da BEE4 chancelado pela CVM na intermediação dos tokens, que passará a se concentrar na estruturação das ofertas públicas das empresas, serviço denominado BEE4 IPO.

Em outra frente, a Genial também será uma consultora de listagem, cujo objetivo é a preparação de empresas para serem de capital aberto, a partir das ações tokenizadas. Nesse caso, a ideia é abrir o leque de alternativa para investidores e, ao mesmo tempo, viabilizar a abertura de capital para as empresas, segundo informações do chefe de inovação e digital assets da Genial, Bruno Bandiera.

Para Bruno Bandiera, Banker de Digital Assets e inovação da Genial, o grupo tem se destacado ao disponibilizar uma variedade de ferramentas baseadas em tecnologia e inovação para atender às demandas dos seus clientes, se posicionando como pioneiro nessas iniciativas no mercado de investimentos. “A Genial, por todo seu histórico, tem uma veia inovadora, e nosso modelo de plataforma aberta nos permite introduzir a BEE4 tanto para viabilizar a abertura de capital de empresas, quanto para permitir mais uma alternativa para investidores”, explicou Bandiera.

"Sabemos que, do lado do público final, existe interesse por uma variedade de ativos. Por isso, entendemos que faz sentido disponibilizar a negociação de empresas listadas na BEE4 e avaliar como será o apetite desses clientes. Paralelamente, estamos empenhados em implementar soluções que façam uso da tecnologia DLT, reconhecendo seu potencial para a evolução do mercado financeiro nos próximos anos”, completou o executivo da Genial Investimentos.

BEE4: 'B3 em blockchain'

Por sua vez, a CEO da BEE4, Patricia Stille, disse que a plataforma tem como foco a construção de um ecossistema robusto e que a chegada das duas corretoras acelera esse desenvolvimento.

“Iniciar essa nova fase com Itaú e Genial, duas corretoras de peso, é uma grande conquista para nós, e a combinação foi a melhor possível: o maior banco brasileiro, uma potência em diversos segmentos de atuação, e uma das mais inovadoras plataformas de investimento do país. Além disso, são instituições que estão na vanguarda do mercado com iniciativas utilizando blockchain, assim como a BEE4”, disse Patricia Stille, CEO da BEE4, em um comunicado.

“A Itaú Digital Assets vem dando passos audaciosos para se tornar um dos principais players locais de custódia digital e desenvolver o mercado de criptoativos, a Genial Investimentos é tradicionalmente um early adopter de soluções financeiras e tecnologias disruptivas, e ambos são participantes no piloto do Drex do Banco Central do Brasil. Isso tudo é fundamental para nós, uma vez que parte do projeto é que essas instituições passem a integrar a rede DLT da BEE4”, concluiu Stille.

Em outubro, a BEE4 completou um ano com R$ 2 milhões em ações tokenizadas de pequenas e médias empresas sendo negociadas pela plataforma. No total, a empresa já tem quase R$ 27 milhões em ações tokenizadas (freefloat) e o volume de negociação subiu para R$ 2,5 milhões no momento.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Acompanhe tudo sobre:TokenizaçãoItaúBlockchain

Mais de Future of Money

ETF de Ethereum: o que é, como investir e quais os efeitos no preço da criptomoeda

Americano que se mudou para El Salvador para ser 1º cidadão da 'Cidade Bitcoin' deixa o país

JPMorgan: altas do bitcoin no curto prazo provavelmente serão temporárias

Bitcoin e Ethereum sobem após estreia de ETFs nos EUA, com inflação e juros no radar

Mais na Exame