Future of Money

Investidores do token do Coritiba recebem quase R$ 1 milhão após venda de jogador

Venda do jogador Matheus Cunha, que atualmente joga no time inglês Wolverhampton, vai render pagamento para investidores de token

Coritiba possui token próprio (Reprodução/Reprodução)

Coritiba possui token próprio (Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 21 de junho de 2024 às 13h57.

Os detentores do token do Coritiba receberam na última quinta-feira, 20, quase R$ 1 milhão pela venda do jogador Matheus Cunha, que atualmente joga no time inglês Wolverhampton. Ao todo, os investidores que compraram tokens do time na plataforma da Liqi já receberam mais de R$ 3 milhões com a venda de jogadores que iniciaram a carreira no time paranaense.

Segundo informou a Liqi, esta é a segunda de cinco parcelas a serem pagas referentes à venda do atacante que jogava no Atlético de Madrid e foi vendido para o Wolverhampton em dezembro de 2022. As demais parcelas serão pagas até 2025, de acordo com o cronograma.

O Coritiba Token é um token atrelado ao Mecanismo de Solidariedade do clube, uma estratégia que foi criada pela Fifa para recompensar os times de futebol pela formação de jogadores. Com o mecanismo, quando um jogador é vendido para outro time, o clube formador possui o direito de receber uma porcentagem da negociação.

No entanto, como essa porcentagem não é paga no momento exato da venda, a tokenização desse direito possibilitou que esse valor a ser recebido fosse antecipado pelos investidores, proporcionando ao clube liquidez para investir em outros jogadores.

Já os compradores do token têm a possibilidade, de além de contribuir com o clube, participar da remuneração pela negociação dos atletas.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.  

“É interessante ver o quanto a tokenização vem contribuindo para vários setores, sem ser apenas para o futebol, mas também para o meio automobilístico, o mercado de capitais, de crédito... Isso mostra o potencial da tokenização para a economia mundial e estamos felizes em fazer parte dessa transformação”, destacou Daniel Coquieri, CEO e fundador da Liqi Digital Assets.

Recentemente, a Liqi anunciou uma parceria como a corretora global de criptomoedas Crypto.com. A parceria entre as empresas pretende atender bancos e outras instituições financeiras interessadas em oferecer negociação de criptomoedas aos seus clientes.

Segundo a Liqi, a solução das plataformas já estão integradas e as equipes das empresas estão trabalhando em conjunto para levar essa infraestrutura a empresas interessadas.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:FutebolCriptomoedasCriptoativos

Mais de Future of Money

Empresa brasileira usa tokenização para permitir investimentos em hits do piseiro

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Show com Lauryn Hill e Mano Brown no Allianz Parque lança NFTs comemorativos

Mais na Exame