Interesse por SHIB diminui, investidores realizam lucros e preço despenca

Pesquisas no Google sobre shiba inu caem ao menor valor do último mês, grandes investidores diminuem posição e perspectivas sobre a criptomoeda ficam pessimistas

A criptomoeda-meme shiba inu (SHIB), completa nesta quarta-feira, 24, o seu terceiro dia consecutivo com forte queda nos preços. E o cenário não parece muito animador para a autoproclamada "matadora de dogecoin".

Se por um lado o número de carteiras que possuem tokens SHIB está muito perto de atingir 1 milhão pela primeira vez, do outro as perspectivas ficam mais pessimista com vendas consideráveis por grandes investidores, diminuição de interesse do varejo e outros dados.

De acordo com dados do Google, pesquisas globais relacionadas à shiba inu caíram para o menor nível do último mês. A estatística, por si só, não justifica nenhuma queda acentuada nos preços, mas é um indicativo de que o "hype" em torno da criptomoeda pode estar diminuindo - e isso é fundamental para a alta de uma criptomoeda-meme, cujo único fundamento é, justamente, o interesse popular pelo ativo.

Além disso, a SHIB tem uma enorme concentração de tokens em poucas carteiras. Nos 1.000 endereços mais ricos da rede Ethereum - onde os tokens shiba inu circulam - estão quase 49 trilhões de SHIB. Isso indica que grandes investidores da rede Ethereum se interessam pelo ativo, o que é um bom sinal para os seus entusiastas, mas é um problema quando esses decidem movimentar seus fundos. O problema fica ainda mais acentuado ao notar que as maiores carteiras de shiba inu detêm grande parte dos tokens em circulação.

E foi esse um dos motivos para a queda recente no preço da criptomoeda: a realização de lucros por parte de grandes investidores.

“O mercado cripto está atualmente evitando riscos depois das novas altas de bitcoin e ether há duas semanas", disse a empresa de análise de blockchain Nansen à CoinDesk, acrescentando que é "natural ver os preços de ativos mais incertos e voláteis como SHIB caírem à medida que os investidores diminuem sua exposição ao risco”.

De acordo com a Nansen, um número crescente de carteiras com quantidades significativas de tokens tem reduzido suas posições de SHIB nos últimos dias, possivelmente devido à realização de lucros. Informações da empresa de dados de blockchain Santiment mostram tendências semelhantes. As transações de pelo menos 100 mil dólares em SHIB têm aumentado desde o início de novembro. Os depósitos ativos, ou a quantidade de endereços únicos usados para realizar depósitos em exchanges, onde os tokens tendem a ser vendidos ou trocados, também têm aumentado.

Outro dado que pode preocupar os investidores é a diminuição do volume de negociação de shiba inu nas corretoras. Em outubro, quando viveu seu maior movimento de alta, a SHIB chegou a ser a criptomoeda mais negociada em algumas das principais corretoras cripto do mundo. Hoje, segundo o CoinGecko, a situação é bem diferente - o foco, no momento, são as criptos relacionadas aos jogos em blockchain e metaverso, como MANA e SAND.

“A queda no preço do SHIB pode ser atribuída principalmente à recente mudança no interesse dos investidores de tokens de memes para projetos de metaverso”, escreveu o site de rastreamento CoinMarektCap. “Isso pode ser facilmente visto comparando o volume de negociação de MANA, SAND e SHIB. O volume de negociações está sempre relacionado ao interesse dos investidores em um projeto”, acrescentou.

'Baleia' faz aporte grande e sofre com queda

Apesar da queda e dos dados que indicam um cenário pouco otimista para a criptomoeda-meme, alguns grandes investidores seguem apostando suas fichas no projeto.

Dados divulgados pela ferramenta de monitoramento de grandes transações Whale Alert mostram que um investidor aportou quase 37 milhões de dólares no projeto recentemente, adquirindo cerca de 850 bilhões de tokens SHIB.

O preço da shiba inu, entretanto, continuou caindo, gerando um prejuízo momentâneo bastante significativo ao investidor, cujos tokens estão avaliados no momento em cerca de 33 milhões de dólares - uma perda virtual de quase 10%, ou cerca de 3 milhões de dólares.

O cenário, claro, pode mudar nos próximos dias, especialmente se a comunidade de fãs da shiba inu, que se auto intitula "Shiba Army" (ou "Exército Shiba"), conseguir mudar o sentimento do mercado em relação ao projeto e reaquecer o interesse pelo ativo.

No momento, entretanto, isso ainda parece um pouco distante, com a criptomoeda negociada a US$ 0,000038, quase 60% menos do que a alta de US$ 0,000088 registrada no final de outubro. A queda nas últimas 24 horas é de quase 8% e, nos últimos sete dias, de mais de 21%. No ano, entretanto, o lucro com o ativo ainda é gigantesco, de 100.000.000% (sim, 100 milhões).

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também