• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Instagram quer integrar NFTs à sua plataforma, confirma CEO da rede social

Adam Mosseri diz que rede social está explorando ativamente formas de levar os tokens não fungíveis (NFTs) para dentro da plataforma de vídeos e fotos da Meta (o antigo Facebook)
Instagram está explorando maneiras de integrar NFTs à sua plataforma (Getty Images/Lorenzo Di Cola/NurPhoto)
Instagram está explorando maneiras de integrar NFTs à sua plataforma (Getty Images/Lorenzo Di Cola/NurPhoto)
Por Gabriel RubinsteinnPublicado em 20/12/2021 11:42 | Última atualização em 20/12/2021 12:59Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O Instagram está buscando uma forma de integrar os tokens não fungíveis (NFTs) à sua plataforma, oferecendo acesso à tecnologia para seus mais de 2 bilhões de usuários, afirmou o CEO da rede social, Adam Mosseri, no último fim de semana.

O Instagram é uma subsidiária da Meta, como agora é chamado o grupo de empresas do Facebook. O gigante de tecnologia tem feito grandes esforços em direção ao metaverso e ao universo cripto e blockchain, para além da mudança de nome.

Os NFTs, inclusive, são parte essencial dos metaversos, já que são eles que possibilitam propriedade e negociações de ítens e acessórios no ambiente de realidade virtual.

“Nada a anunciar ainda, mas definitivamente estamos explorando ativamente os NFTs e como podemos torná-los mais acessíveis a um público mais amplo. Acho que é um lugar interessante onde podemos jogar e também uma forma de, espero, ajudar os criadores”, disse Mosseri, em um story publicado no Instagram durante o último fim de semana (assista abaixo).

Em julho, quando o Facebook mudou seu nome para Meta, o fundador e CEO da empresa, Mark Zuckerberg, afirmou que, a partir de então, a empresa iria focar no "metaverso antes, não Facebook antes". Além disso, anunciou um plano ambicioso para construção do seu metaverso, com investimento bilionário e contratação de cerca de 10.000 funcionários.

O movimento da empresa foi seguido por várias outras grandes marcas globais. A Adidas é uma das mais avançadas, com parcerias com nomes do mercado cripto e de NFTs, incluindo um famoso token da coleção Bored Ape Yacht Club, um terreno no metaverso The Sandbox e uma coleção própria de tokens não fungíveis.

A Microsoft também anunciou planos de construção de um metaverso corporativo, a Nike solicitou patente para versões digitalizadas de todos os seus produtos, a Budweiser também se movimentou no setor, e várias outras empresas seguiram pelo mesmo caminho.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok