Governo dos EUA está na linha de frente e já minera bitcoin, diz executivo

CEO de empresa de mineração e nome influente no setor, Whit Gibbs diz em entrevista que governo norte-americano já atua com mineração de bitcoin
Para especialista em mineração de bitcoin, governo dos EUA já tem operação ativa no setor (NurPhoto/Getty Images)
Para especialista em mineração de bitcoin, governo dos EUA já tem operação ativa no setor (NurPhoto/Getty Images)
Por Da RedaçãoPublicado em 02/12/2021 13:16 | Última atualização em 02/12/2021 13:16Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Em entrevista ao especialista em criptomoedas Anthony Pompliano, publicada no YouTube na quarta-feira, 1, o CEO da Compass Mining, Whit Gibbs, afirmou que os EUA estão na "linha de frente" do mercado cripto e que o governo do país já está envolvido em operações de mineração de bitcoin.

"Os EUA já estão minerando [bitcoin]", disse Gibbs, para então completar: "Talvez". E prosseguiu: "Eles devem ter 10 ou 20 watts em operação em algum lugar do centro-oeste para testar. Talvez. Estou falando hipoteticamente", disse Gibbs, que é um influente executivo no mercado de mineração de bitcoin. "Mas é uma questão de segurança nacional", completou, sugerindo o motivo para as ressalvas, feitas com um sorriso no rosto.

O assunto veio à tona quando os dois especialistas discutiam sobre Estados que já mineram bitcoin (assista ao trecho sobre o tema, em inglês, aqui). El Salvador é o caso mais conhecido e um dos poucos a falar publicamente sobre o assunto; Pompliano também citou a Venezuela.

"É o instrumento financeiro do futuro, que servirá de base para muitas, muitas coisas que serão construídas. Governos precisam estar completamente fora de si para não ter nenhuma exposição à infraestrutura que dá suporte a tudo isso. Eu acho que os EUA estão na linha de frente. Tivemos uma série de conversas com governos federal e estaduais em Washington para ajudar a educá-los sobre o tema, mas eles estão bastante avançados quanto a apoiar isso", explicou Gibbs.

Operações secretas

Ao perceber que poderia obter mais informações com o especialista em mineração, Pompliano decidiu fazer uma brincadeira com o entrevistado: ele contaria uma história sobs sigilo e, depois, Gibbs teria que contar outra. Pomp, como é chamado, contou sobre uma agência governamental que já teria se envolvido em mineração de bitcoin nos EUA.

Sem citar o nome da agência, disse que o órgão não conseguia aprovar orçamento para a compra de bitcoin e, então, descobriu que poderia fazê-lo comprando computadores e minerando a criptomoeda, que eles utilizariam para supostas operações secretas.

Segundo Pompliano, ele obteve a informação diretamente com um dos envolvidos na operação, que, segundo ele, começou em 2013. O especialista então convidou Gibbs a compartilhar alguma história do gênero, e ele respondeu: "É assim que você se mete em problemas".

A conversa entre os dois especialistas no mercado cripto, sendo um deles alguém com participação ativa na área de mineração, sugere que operações de mineração de bitcoin pelo governo dos EUA e de outras grandes economias já estão acontecendo. Oficialmente, entretanto, nenhuma informação neste sentido já foi confirmada.

O tema ganha ainda mais relevância depois que a China, que era o maior centro de mineração de bitcoin no mundo, baniu a atividade no início do ano. Desde então, as operações do setor saíram do país asiático e migragram para diversas outras regiões. Os EUA se tornaram o principal refúgio dessas empresas, e atualmente detêm o maior poder computacional da rede Bitcoin no mundo.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube