Future of Money

Fundador do Nubank defende cripto e elogia bitcoin: "é diferente de tudo"

Em entrevista, David Vélez disse que o banco digital está "otimista" sobre o potencial de algumas criptomoedas serem produtos de investimento

David Vélez é um dos fundadores do Nubank (Brendan McDermid/Reuters)

David Vélez é um dos fundadores do Nubank (Brendan McDermid/Reuters)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 10 de outubro de 2023 às 11h43.

Última atualização em 10 de outubro de 2023 às 11h52.

David Vélez, um dos fundadores do Nubank, elogiou o bitcoin e outras criptomoedas em uma entrevista para a Fortune que foi divulgada na última segunda-feira, 9. Para o idealizar do banco digital, atualmente um dos maiores do Brasil, diferentes criptoativos possuem potencial para se consolidarem como produtos de investimento, mas o bitcoin segue tendo o maior diferencial.

Questionado sobre o tema, Vélez explicou que o Nubank adota "uma abordagem muito diferente" em relação às criptomoedas. Ao mesmo tempo, ele reconheceu que o banco entrou "um pouco atrasado nesse jogo". "Estamos muito focados em tentar diferenciar o que é apenas pura especulação no mundo cripto do que é real na tecnologia", comentou.

"Acho que há risco em ambos os lados, pensando que tudo faz sentido ou pensando que nada faz sentido em cripto – você tende a ver esses os dois extremos. Portanto, temos uma abordagem diferenciada e achamos que existem alguns diferenciais tecnológicos reais em torno do blockchain", defendeu o executivo.

Ele afirmou ainda que, para o Nubak, o bitcoin é "diferente de todo o resto". Vélez também citou o lançamento recente feito pelo banco de um token próprio, a Nucoin, que segundo ele "já é usada ativamente por mais de oito milhões dos nossos clientes. Estamos usando-o agora com um meio interessante de fidelidade para a nossa plataforma".

Para o fundador do Nubank, a entrada "atrasada" no mundo cripto ocorreu devido ao lançamento de opções de investimento em criptomoedas para os clientes do banco durante um "inverno cripto" - um período de baixa no mercado. "Não necessariamente aderimos ao movimento quando todos estavam aderindo, oferecendo milhares e milhares de tokens diferentes e milhares e milhares de coisas diferentes, onde talvez 98% delas não eram ativos de investimento reais", ponderou.

Mesmo assim, Vélez disse que o Nubank está otimista "quanto ao futuro de certas criptomoedas como produtos de investimento". Ele comentou ainda que o banco acredita no bitcoin "como um ativo no qual os consumidores podem investir. Por isso oferecemos uma plataforma de investimento em cripto".

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Potencial da tecnologia blockchain

O executivo avaliou ainda que o investimento em bitcoin ou stablecoins pareadas ao dólar também pode ter mais potencial em mercados como a América Latina, "onde você vê uma inflação significativa, onde você vê muita desvalorização [cambial]". Nesses locais, ele acredita que algumas criptomoedas podem servir como uma forma de investimento e "proteção das suas economias".

Vélez destacou ainda que o banco digital acredita no potencial do blockchain como uma "nova tecnologia que pode provocar disrupções em vários setores verticais da economia". Como exemplo, ele citou a participação do Nubank nos testes com o piloto do Drex, a versão digital do real integrada a uma rede blockchain.

"Achamos que isso [o Drex] pode realmente permitir uma série de casos de uso interessantes, como, por exemplo, a garantia de empréstimos de cartão de crédito, a garantia de vários de nossos produtos financeiros", comentou. Na visão dele, diversos processos do mercado atualmente ainda são "muito antiquados", como o de compra e venda de imóveis e carros, mas a tecnologia blockchain poderá ajudar a "reimaginar muitos desses setores".

yt thumbnail

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasBitcoinNubankCriptoativos

Mais de Future of Money

"Fator Trump" cria volatilidade, mas pode fazer bitcoin disparar, diz gestora

Fundos de criptomoedas atingem US$ 17 bilhões e batem novo recorde de investimentos

Tokens das seleções da Argentina e da Espanha caem mais de 20% mesmo com vitórias em torneios

Após atentado contra Trump, bitcoin dispara e registra maior alta em dois meses

Mais na Exame