Future of Money
Acompanhe:

Fundador da FTX apoia proposta para recuperar corretora falida e token FTT

Sam Bankman-Fried elogiou plano que envolveria emitir um novo criptoativo próprio da exchange, após anterior cair mais de 95%

Corretora de criptoativos FTX declarou falência em novembro de 2022 (Reuters/Reuters)

Corretora de criptoativos FTX declarou falência em novembro de 2022 (Reuters/Reuters)

J
João Pedro Malar

Publicado em 9 de dezembro de 2022, 15h57.

O ex-CEO e fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, corroborou nesta sexta-feira, 9, uma proposta divulgada no Twitter por um influenciador do mercado de criptoativos para recuperar tanto a exchange falida quanto o seu token próprio, o FTT.

SBF, como o empresário é conhecido, respondeu a um post feito por Ran Neuner na rede social. Nele, o influenciador compartilhou o que seria, na sua visão, o passo a passo para recuperar a corretora de criptoativos.

  • Até quando você vai deixar de investir em crypto? Abra sua conta na Mynt e explore novas formas de investir sem medo. Clique aqui para desbloquear seu mundo crypto.

"Reative a FTX, crie um novo token FTT, distribua o token para os credores e clientes com depósitos. Direcione 100% dos lucros para os detentores do token. Ela viraria a maior corretora do mundo", sugeriu Neuner.

Em resposta, Bankman-Fried disse: "continuo a pensar que este seria um caminho produtivo para todos os envolvidos explorarem! Eu espero que as equipes existentes façam isso".

A proposta, e o respaldo de Bankman-Fried, acabaram sendo bem recebidas pelos investidores que ainda possuem o FTT, que acumula uma queda de mais de 95% desde novembro. O criptoativo chegou a subir mais de 47% nas últimas 24 horas, e atualmente opera em alta de 18,3%, cotado a US$1,61, segundo o Coingecko.

Mesmo assim, Neuner fez uma nova publicação com alertas para os atuais detentores do token. "Eu especifiquei que sugeri a emissão de um novo token FTT, e disse especificamente que apenas depositantes e credores teriam acesso a ele.

"Além disso, o Sam Bankman-Fried não pode fazer nada em relação a isso", lembrou o influenciador. Desde novembro, o fundador da FTX renunciou ao cargo de CEO da corretora de criptoativos.

Em seu lugar, foi escolhido um especialista em gerenciar empresas em processos de falência, John Ray. Desde então, o foco tem sido traçar um quadro claro sobre os problemas financeiros da exchange. Ray chegou a afirmar que o caso foi uma "falha completa".

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok