Gigantes do mercado financeiro se unem para lançar oferta com criptomoedas

Schwab, Fidelity e Citadel teriam se unido com outras empresas e fundos como Sequoia e Paradigm para criar plataforma de negociação de criptomoedas para corretoras de varejo
Empresas do mercado financeiro tradicional têm demonstrado grande interesse pelo setor de criptomoedas e blockchain (Leonid Sukala/Getty Images)
Empresas do mercado financeiro tradicional têm demonstrado grande interesse pelo setor de criptomoedas e blockchain (Leonid Sukala/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 08/06/2022 às 16:24.

Última atualização em 08/06/2022 às 16:25.

Apesar da queda nos preços dos criptoativos em 2022, o mercado cripto continua crescendo e a adoção da tecnologia blockchain segue a pleno vapor em diferentes indústrias, em especial das áreas de finanças e investimentos. Nesta semana, informações sugerem que três gigantes do setor, Citadel Securities, Fidelity Investments e Charles Schwab Corp, entre outras, já trabalham para oferecer serviços com criptoativos em conjunto.

(Mynt/Divulgação)

Segundo publicação da Reuters, a união das empresas pretende expandir a oferta de criptoativos para clientes das três empresas, algumas já com laços estreitos no mercado cripto, como é o caso da Fidelity. Fonte ouvida pela agência de notícias afirma que as três irão se juntar à Virtu Financial para desenvolver um ecossistema de negociação de criptomoedas que permitirá que "corretoras do varejo ofereçam execuções com cripto a seus consumidores".

O "consórcio" para criação da nova plataforma ainda conta com a participação dos fundos de investimento Sequoia Capital e Paradigm, além de algumas corretoras, segundo a fonte ouvida pela Reuters, descrita como uma pessoa com conhecimento direto do assunto.

Questionada, a Charles Schwab Corp informou ter realizado um investimento minoritário passivo em um novo empreedimento de ativos digitais. "Reconhecemos que há um interesse considerável em criptomoedas (...) e consideraremos a introdução de acesso direto a criptomoedas quando houver maior clareza regulatória", disse a empresa, que administra US$ 7 trilhões em ativos, em nota.

Já as fontes ouvidas pela Bloomberg afirmam que, apesar de estar em estágio inicial de desenvolvimento, a nova plataforma poderá ser disponibilizada ainda em 2022 ou no início de 2023. A publicação cita Susan Coburn, porta-voz da Fidelity, que disse que a empresa “apóia os esforços no setor que forneçam maior opção para obter liquidez para nossos clientes”.

A Fidelity, que tem mais de US$ 4 trilhões em ativos sob sua gestão, já tem serviços relacionados ao mercado cripto, como a oferta recente que permite aos clientes da gestora investir suas aposentadorias em bitcoin, que foi lançado no final de abril.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok