Estrela do Shark Tank ignora prejuízo bilionário, elogia fundador da FTX e pede 2ª chance

Kevin O'Leary defende Sam Bankman-Fried mesmo depois dele reconhecer culpa por escândalo que causou prejuízo bilionário
 (Christopher Willard/Getty Images)
(Christopher Willard/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 16/11/2022 às 10:51.

Kevin O'Leary, que ficou famoso por apresentar o programa "Shark Tank" nos Estados Unidos e é um conhecido investidor também do mercado cripto, falou em entrevista na terça-feira, 15, sobre o caso FTX. O milionário contou ter perdido milhões de dólares com a quebra da corretora, mas defendeu o seu fundador Sam Bankman-Fried (SBF), a quem chamou de "gênio", e disse que ele "merece uma segunda chance".

(Mynt/Divulgação)

O'Leary adotou o tom positivo mesmo depois de SBF assumir a culpa pelo colapso da FTX e da Alameda Research e de ter utilizado quase US$ 10 bilhões dos clientes para alavancar o patrimônio das suas empresas - ambas declararam falência na última semana e deixaram milhares de clientes e parceiros no prejuízo.

Após o escândalo vir à tona, o que também impactou todo o mercado cripto, provocando fuga de capital do setor e derrubando o preço de todos os ativos, SBF passou a ser investigado nos EUA e pode até ser condenado à prisão - no momento, o FBI busca levá-lo de volta ao país.

Mesmo assim, Kevin O'Leary acredita que ele merece uma segunda chance: “Acho que todos podemos admitir - você pode amá-lo ou odiá-lo, considerando o que aconteceu - mas ele foi um dos traders mais brilhantes do universo cripto. Ele também construiu uma das plataformas mais robustas. Usamos a FTX ativamente. Era uma plataforma muito robusta. Gosto muito do que ele construiu”, disse.

O'Leary, que foi um investidor da FTX e afirmou que seu aporte milionário "foi a zero" e que "não sabe quanto pode ser recuperado", falou sobre o assunto em entrevista ao canal do YouTube Crypto Banter, que tem mais de 500 mil inscritos.

Na conversa, ele também falou que voltaria a apoiar Sam Bankman-Fried em uma possível nova empreitada do jovem, que se tornou bilionário com menos de 30 anos e, com o colapso da FTX e da Alameda, perdeu toda sua fortuna. “A resposta seria sim [voltaria a apoiar SBF]. E eu vou te dizer como eu faria isso. Eu faria isso em um contexto diferente. Ele não teria o controle operacional dos ativos. Ele teria o controle comercial”, explicou O'Leary.

Apesar de todos os problemas de gestão da FTX e da Alameda e do prejuízo bilionário deixado para investidores e clientes, a celebridade do "Shark Tank" insistiu em proferir diversos elogios sobre SBF, garantindo aos espectadores que ele era uma mente brilhante e sugerindo que ele sairia por cima quando a poeira baixasse. “Conheço todos os participantes do mercado de criptomoedas e só posso dizer que não há ninguém como ele”, disse O’Leary.

Ele também falou durante a entrevista ao Crypto Banter que muitos fatos sobre o colapso da FTX ainda não foram a público, dando a entender que informações ainda não divulgadas podem atenuar a situação de SBF, e afirmou que "vai esperar até sabermos mais sobre o que realmente aconteceu na FTX".

Mesmo com a defesa, o próprio SBF já reconheceu ter cometido uma série de equívocos, que culminaram na quebra das empresas e deixaram um rastro de destruição bilionário, afetando inclusive pequenos investidores, mas também provocando estragos na indústria cripto e blockchain, que poderá levar vários meses para se recuperar.

Atualmente, o FBI estuda pedir a extradição do jovem ex-bilionário, que estaria nas Bahamas, para que seja investigado e responda a possíveis crimes cometidos nos EUA.

Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok