Especialista vê bitcoin a US$120 mil, mas diz que será superado pelo ether

Presidente do Pantera Capital, Dan Morehead mostra otimismo com o bitcoin, mas acredita que Ethereum vai assumir protagonismo no mercado de criptoativos

Dan Morehead, presidente do fundo de hedge especializado em criptoativos Pantera Capital, fez uma previsão otimista para o preço do bitcoin, sugerindo que a criptomoeda poderá chegar a 120.000 dólares em um ano. Na mesma ocasião, entretanto, afirmou também que a atualização desta semana na rede Ethereum poderá ajudar o ether a assumir o posto de principal criptoativo do mundo no futuro.

Em participação no Reuters Global Markets Forum realizado na segunda-feira, 2, Morehead afirmou que uma das propostas de melhoria da rede Ethereum que serão colocadas em prática na atualização London, a EIP-1559, vai ajudar o ether a se tornar um ativo fixo. A EIP-1559 é uma das cinco propostas que serão implementadas ao blockchain do ether nesta semana e promoverá mudança na estrutura de taxas da rede - o que, segundo especialistas, pode impulsionar o preço do ativo digital no curto prazo.

“Veremos uma transição de pessoas que desejam armazenar riqueza, fazendo isso em ether em vez de apenas bitcoin”, disse Morehead, acrescentando que a mudança da criptomoeda para o Ethereum 2.0, provavelmente no ano que vem, ainda reduzirá consideravelmente o consumo de energia para mineração de ether. Segundo ele, a ampla implementação do Ethereum em aplicações financeiras descentralizadas também ajudaria o ativo digital a se tornar maior do que o bitcoin.

Apesar de prever um futuro mais brilhante para a criptomoeda da rede Ethereum, Morehead também se mostrou otimista com relação ao bitcoin. Para ele, a maior criptomoeda do mundo será negociada entre 80 mil e 90 mil dólares até o final de 2021, podendo chegar a 120 mil dólares em um ano. Ele também falou que a adoção massiva do criptoativo ainda poderia levar o bitcoin a valer 700 mil dólares na próxima década. Autalmente, a criptomoeda é negociada a 38.350 dólares.

    A rede Ethereum, criada em 2015, vê sua criptomoeda nativa - o ether - ocupando a segunda colocação entre as maiores do mundo já há alguns anos. Atualmente, tem valor de mercado próximo de 290 bilhões de dólares, quase um terço do valor do bitcoin, de 720 bilhões de dólares.

    Mesmo com a grande diferença, não são poucos os especialistas que acreditam que o ether poderá superar o bitcoin no futuro. Mike Novogratz, CEO da Galaxy Digital, e analistas do banco Goldman Sachs são exemplos de afirmações semelhantes. Na atualização desta semana, a rede começará a mudança de seu algoritmo de consenso, do atual proof-of-work (ou "prova de trabalho") para o proof-of-stake, o que representa que uma mudança importante no processo de mineração da criptomoeda.

    Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


    Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


    Falta pouco para você liberar seu acesso.

    exame digital

    R$ 4,90/mês
    • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

    • Acesse quando e onde quiser.

    • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
    Assine

    exame digital anual

    R$ 129,90/ano
    • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

    • Acesse quando e onde quiser.

    • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
    Assine

    Já é assinante? Entre aqui.

    Veja também