Empresas brasileiras se juntam para oferecer capacitação em blockchain

As fintechs Investtools e a Grana Capital estão oferecendo um programa de formação para universitários, na área de tecnologia para o mercado financeiro

A Investtools e a Grana Capital, fintechs parceiras incubadas no Instituto Gênesis, da PUC-Rio, estão oferecendo um programa de formação para universitários, na área de tecnologia para o mercado financeiro.

Os estudantes aprovados vão passar dois meses em um ciclo teórico, tendo mais de 150 horas de aulas com profissionais especializados em tecnologia, programação, finanças e blockchain.

Após esse período, cada participante será direcionado para a empresa que mais se adequar ao seu perfil, tornando-se estagiário em desenvolvimento de softwares. As atividades serão totalmente remotas, e alunos de todo o Brasil podem se inscrever até 18 de abril na página de carreiras da Investtools.

O programa de capacitação é indicado para estudantes do Ensino Superior que estejam entre o 3º e o 8º período de um curso de Exatas, como Ciência da Computação, Engenharias, Sistemas de Informação e Matemática.

Entre os requisitos, estão a capacidade analítica, a paixão pela tecnologia e o interesse genuíno por mercado financeiro. Serão escolhidos até dez participantes, com disponibilidade para estagiar até 4 horas por dia, que receberão bolsa auxílio e certificado dos cursos realizados.

 

Gov Token

 

A Investtools é uma empresa especializada no desenvolvimento de softwares para o mercado financeiro, com produtos para controle do fluxo operacional e para compliance e legislação de gestoras de investimentos.

Além disso, está à frente do GOV Token, solução em blockchain para rastreio de finanças públicas. O especialista em blockchain responsável pelo projeto, Marco Jardim, é professor de um módulo sobre Segurança da Informação no curso, que abordará assuntos de criptografia.

"É difícil encontrar profissionais que tenham conhecimento tanto de tecnologia quanto do mercado financeiro, das linguagens envolvidas. Nosso objetivo é formar novos talentos em início de carreira, para que eles ganhem experiência prática e se desenvolvam com essa especialização. Além de terem oportunidades de crescimento de longo prazo dentro das nossas empresas, vão adquirir conhecimentos essenciais para o setor como um todo, que podem ser aplicados ao longo de toda a vida profissional", disse.

O Instituto Gênesis, eleito a Melhor Incubadora do Brasil em 2018, está apoiando o programa.

Clarice Martuscello, coordenadora da Incubadora de Empresas, acredita que a proposta vai de acordo com o objetivo do instituto de formar empreendedores e promover inovação em prol da inclusão social.

"É um programa maravilhoso e necessário, pois existe um problema no país relacionado à capital humano para inovação. Não há profissionais especializados na quantidade que o setor precisa, tanto é que nós somos procurados com frequência por empresas atrás de desenvolvedores. O caminho é formar pessoas dentro das próprias empresas, que vão aderir à cultura do negócio. Vamos contribuir o quanto pudermos para isso", pontuou.

 

150 horas de aula sobre o mercado financeiro e tecnologia

 

Na primeira parte do programa, os selecionados terão mais de 150 horas de aulas, sendo 36 horas focadas em mercado financeiro e as demais voltadas para programação, bancos de dados, rede, ferramentas e segurança.

Alguns tópicos de mercado financeiro a serem abordados são investimentos em renda fixa e variável, e introdução aos grandes players, como B3, gestoras e corretoras. O CEO da Investtools, David Gibbin, é um dos professores dessa parte do ciclo básico.

"Na história da empresa, nós fomos percebendo que, para oferecer tecnologias que atendem bem às necessidades do mercado, é preciso conhecer profundamente as dores das grandes empresas. Elas dependem do suporte técnico dos nossos softwares para atuar e, no programa de formação, queremos mostrar que as atividades de backoffice, tidas por muitos como a parte menos atrativa do mercado financeiro, só são possíveis graças a profissionais com conhecimento de todos os elos da cadeia", explica David.

O CEO da Grana Capital, André Kelmanson, vai dar aulas de tecnologia aos estagiários. A nova experiência fez com que ele se recordasse da própria trajetória profissional.

"Fico muito feliz em participar ativamente desse programa. Tecnologia é parte crítica de toda fintech e poder ajudar os novos profissionais da área a se desenvolverem é uma honra. Vou lecionar no módulo de Redes, que é uma matéria geralmente pouco conhecida, mas essencial para entender o que acontece por baixo dos panos nas comunicações realizadas na Internet", finaliza.

No curso Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da EXAME, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.