Elon Musk confirma que agora é possível comprar um Tesla usando bitcoin

CEO da Tesla confirma que a empresa está aceitando pagamentos com bitcoin e revela planos com a moeda

Após iniciar a semana em em uma baixa de pouco mais de 5%, o bitcoin teve mais uma súbita alta motivada por uma série de comentários de Elon Musk. Nessa quarta-feira (24), o fundador e CEO da Tesla, informou que a empresa passará a aceitar bitcoins como forma de pagamento. Após as menções de Elon, a criptomoeda subiu mais de 4%, ultrapassando novamente os 56 mil dólares.

"Agora você pode comprar um Tesla com bitcoin", informou Elon Musk

Os comentários de um dos maiores nomes da indústria automobilística não pararam por aí. O empreededor disse também que a empresa está utilizando apenas software interno e rodando os seus próprios nós na rede, sem depender de nenhum terceiro e completou informando que os bitcoins pagos à Tesla serão mantidos pela empresa, ou seja, não serão convertidos para dólares ou qualquer outra moeda fiduciária.

"Tesla está usando apenas software interno e de código aberto e opera nós de bitcoin diretamente. Bitcoins pagos à Tesla serão mantidos, e não serão convertidos em moedas fiduciárias", complementou o CEO da Tesla.

Durante a madrugada, milhares de usuários do Twitter, Instagram e Reddit perceberam o novo meio de pagamento que foi incluído no site da Tesla dos EUA, então as publicações de Elon foram a confirmação de que, pela primeira vez, se tornou possível realizar a compra de um automóvel da empresa utilizando criptomoedas. Entretanto, o empresário deixou claro que, no momento, as compras com bitcoin só estão disponíveis nos EUA, mas que o recurso estará disponível em outros países ainda este ano.

"O recurso de compra com bitcoin estará disponível fora dos EUA este ano".

O suporte da empresa criou uma página em seu site para auxiliar os usuários com suas dúvidas. A Tesla alerta que os pagamentos devem ser realizados através de uma única carteira de bitcoins e pede encarecidamente que os usuários tomem cuidado ao realizar a transferência, porque ela não pode ser revertida caso seja enviada para o endereço incorreto. No processo de compra, fica claro que a Tesla não possui um endereço único de recebimento dos bitcoins, então cada pedido possui um endereço para pagamento único.

A montadora americana realizou um investimento de 1,5 bilhão de dólares no bitcoin em 2021, como uma maneira de se prevenir dos impactos econômicos gerados pela pandemia e ainda ter a possibilidade de auferir lucros com sua posição na criptomoeda.

No curso Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da EXAME, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também