Future of Money
Acompanhe:

Elon Musk ajuda criptomoeda meme a reduzir emissões de poluentes em 25%

Bilionário chegou a defender a Dogecoin como alternativa "promissora" ao bitcoin como forma de pagamento no Twitter

Criptomoeda meme Dogecoin é constantemente citada pelo bilionário Elon Musk (Yuriko Nakao/Getty Images)

Criptomoeda meme Dogecoin é constantemente citada pelo bilionário Elon Musk (Yuriko Nakao/Getty Images)

C
Cointelegraph Brasil

18 de janeiro de 2023, 15h32

Uma pesquisa mostra que a Dogecoin foi a única criptomoeda meme em 2022 a reduzir proativamente sua pegada de carbono — uma métrica fundamental para ajudar na adoção convencional. A queda foi 25% em um ano, graças à intervenção dos desenvolvedores e do CEO da Tesla, Elon Musk.

Uma das principais razões pelas quais Musk voltou atrás em aceitar pagamentos em bitcoin para a Tesla foram as altas emissões de carbono ligadas ao funcionamento do blockchain. Na época, ele acreditava que a Dogecoin — “mesmo que tenha sido criado como uma piada boba” — era mais adequada para transações.

  • Cansou de tentar falar com alguém da sua Exchange? Conheça a Mynt, a única no Brasil com atendimento 24 horas e todos os dias, feito por pessoas reais. Abra agora sua conta.

"Trabalhando com os desenvolvedores da criptomoeda para melhorar a eficiência das transações do sistema. Potencialmente promissor", chegou a afirmar o bilionário em um post no Twitter feito em 13 de maio de 2021.

Devido aos esforços proativos de Musk e dos membros do ecossistema Dogecoin, a rede teve uma redução de 25% em suas emissões anuais de CO2. Com 1.423 toneladas de emissões liberadas em 2021, a Dogecoin produziu 1.063 toneladas em 2022, segundo pesquisa do Forex Suggest.

Em termos absolutos, a Ethereum teve a maior redução nas emissões de CO2 em 2022, refletindo a transição do seu mecanismo de consenso para a prova de participação (proof-of-stake, em inglês), um processo menos intensivo em uso de energia. Mesmo assim, sua emissão anual ainda superou a Dogecoin em 8,3 vezes.

A pegada de carbono reduzida e o grande apoio à comunidade podem acabar posicionando a Dogecoin como um instrumento financeiro viável em 2023, apesar de suas origens como uma das mais famosas e maiores criptomoedas meme, ligadas a piadas.

Quando se trata de desempenho de preços ao longo do ano em meio ao mercado de baixa de 2022, a Dogecoin se manteve muito melhor do que a maioria dos principais ativos do mercado de criptomoedas.

Ela emergiu como o terceiro melhor desempenho na lista das dez maiores altas no ano, atrás do XRP e do BNB. A Dogecoin também superou seu maior concorrente, a Shiba Inu, com a comunidade SHIB focada na construção de uma rede de camada 2 e no desenvolvimento de jogos de metaverso e blockchain.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok