Quais são e quais as perspectivas dos fundos de cripto negociados no Brasil

Mercado brasileiro já tem várias opções de fundos de investimento com foco em criptoativos como o bitcoin e o ether: conheça todos e veja o que gestores esperam para 2021

O crescimento global no interesse dos criptoativos pode ser observado nos preços e na capitalização de mercado dos ativos, mas se reflete também na quantidade de produtos ligados a eles. Um desses produtos são os fundos de investimento em criptoativos, que têm ganhado cada vez mais espaço entre investidores, inclusive no Brasil.

O país já conta com diversos fundos de investimento em bitcoin e outros criptoativos, negociados em corretoras do mercado tradicional e regulamentados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Esse tipo de produto tem como principal atrativo o fato do investidor poder se expor aos criptoativos sem ter que cuidar da negociação e da custódia dos mesmos — como acontece, por exemplo, com um fundo de ações.

Voltados tanto para pequenos investidores quanto para os investidores qualificados e profissionais, os fundos de investimento em criptoativos negociados no Brasil cresceram até 800% em 2020.

Por isso, a perspectiva para 2021 é alta. Abaixo, listamos os principais fundos de criptoativos negociados no Brasil, com informações sobre os mesmos e uma análise dos gestores responsáveis por cada um, sobre o que esperar para esse tipo de investimento ao longo de 2021.

BLP Asset

“Nossa perspectiva para 2021 é muito positiva e acreditamos que (1) as condições econômicas que inspiraram o bitcoin com a grande crise de 2008, estarão em 2021 ainda mais presentes como nunca imaginamos; (2) a regulação já mostrou, variando de país para país, que entendeu que as mudanças não só são inexoráveis, como poderão ser construtivas, mesmo para o atual 'establishment'. Em 2021, seguirá fortalecendo e tornando o ambiente regulatório mais claro e seguro; (3) A tecnologia de hardware seguirá avançando, viabilizando o 'ovo de colombo' que foi o blockchain; (4) a tecnologia seguirá avançando também no software, com cada vez mais desenvolvedores no ecossistema, produzindo códigos melhores e mais úteis; (5) muitos projetos, como os chamados DeFi (Decentralized Finance) e dApps (Decentralized Applications), começarão a atrair a atenção das empresas da 'atual economia' como bolsas de valores e bancos; (6) as exchanges e custódias de ativos digitais se consolidarão em 2021 como grandes empresas protagonistas deste novo mundo; (7) empresas como o PayPal pavimentarão a infraestrutura necessária para o maior uso dos criptoativos; (8) ETFs de criptoativos surgirão nas “bolsas convencionais”; (9) investidores institucionais entrarão de verdade neste mercado”, afirmou Glauco Cavalcanti, fundador da BLP Asset.

BLP CryptoAssets*
Número de Cotistas: 73
PL (janeiro de 2021): R$ 28,9 milhões
Investimento Mínimo : R$ 25.000
Performance (12 meses): 343,59%
Taxas : 2% a.a. (administração) + 20% de performance sobre o CDI
Onde está disponível: Órama, Genial, Daycoval, Warren, RB investimentos, Azimut, Consulenza, Planner e Necton

BLP Criptoativos
Número de Cotistas: 1.075
PL (janeiro de 2021): R$ 10,54 milhões
Investimento Mínimo : R$ 1.000
Performance (12 meses): 37,88%
Taxas : 1,5% a.a. (administração) + 20% de performance sobre o CDI
Onde está disponível: Órama, Genial, Daycoval, Warren, RB investimentos, Azimut, Consulenza, Planner e Necton

*Disponível apenas para investidores qualificados ou profissionais

Hashdex

“O ‘annus mirabilis’ de 2020 coloca as expectativas nas alturas quando pensamos no mercado de criptoativos em 2021. Um dos principais pontos de atenção será o ritmo da adoção de investidores institucionais ao mercado de cripto: será que freia, mantém ou acelera?

Uma pesquisa da Fidelity Digital Assets conduzida em meados do ano mostrou que cerca de um terço apenas do grupo de investidores institucionais pesquisados, da Europa e dos EUA, possuem investimento em cripto. Isso indica que o espaço para crescimento é enorme. É difícil, nesse cenário, imaginar uma redução no ritmo de adoção. Na verdade, quantos mais investidores entram em cripto e quanto mais renomados eles forem, mais fácil é a decisão para os novos entrantes. Por esse lado, podemos esperar uma aceleração da adoção em 2021.

Apesar de ter sido excelente para os criptoativos, 2020 foi um ano desafiador e atribulado em diversos aspectos, com mudanças que foram incorporadas ao cotidiano das pessoas ao redor do mundo. Espero que 2021 mostre, definitivamente, que os criptoativos não podem ficar de fora no ‘novo normal’ das carteiras de investimento”, disse João Marco Cunha, gestor de portfólio da Hashdex.

Hashdex Criptoativos Discovery FIC FIM
Número de Cotistas: 15.356
PL (janeiro de 2021): R$ 107,67 milhões
Performance (12 meses): 40,91%
Investimento Inicial: R$ 500
Taxa de Administração: 1,00%
Taxa com Estrutura Offshore: ~1,50%
Onde está disponível: Hashdex, BTG, XP, Rico, Modalmais, Easynvest, Genial, Órama, Guide, Mycap, Warren, Ativa, Necton e Terra

Hashdex Criptoativos Explorer FIC FIM*
Número de Cotistas: 2.481
PL (janeiro de 2021): R$ 123,53 milhões
Performance (12 meses): 97,94%
Investimento Inicial: R$ 10.000
Taxa de Administração: 1,00%
Taxa com Estrutura Offshore: ~1,70%
Onde está disponível: Hashdex, BTG, XP, Easynvest, Genial, Órama, Guide, Mycap, Warren, Ativa, NEcton e Terra

Hashdex Criptoativos Voyager FIM IE*
Número de Cotistas: 1.019
PL (janeiro de 2021): R$ 223,93 milhões
Performance (12 meses): 343,57%
Investimento Inicial: R$ 10.000
Taxa de Administração: 1,00%
Taxa com Estrutura Offshore: ~2,00%
Onde está disponível: Hashdex, BTG, XP, Modalmais, Genial, Órama, Mycap, Ativa e Necton

Hashdex Bitcoin Full 100 FIC FIM IE*
Número de Cotistas: 316
PL (janeiro de 2021): R$ 37,33 milhões
Performance: Performance não informada até que o fundo complete seis meses a partir da data da primeira emissão de cotas, conforme o artigo 50 da ICVM 555
Investimento Inicial: R$ 1.000
Taxa de Administração: 1,00%
Taxa com Estrutura Offshore: ~1,75%
Onde está disponível: Hashdex, BTG, Modalmais, Genial, Órama, Warren, XP

Hashdex Ouro Bitcoin Risk Parity FIC FIM IE*
Número de Cotistas: recém-lançado
PL: recém-lançado
Performance: Performance não informada até que o fundo complete seis meses a partir da data da primeira emissão de cotas, conforme o artigo 50 da ICVM 555
Investimento Inicial: R$ 1.000
Taxa de Administração: 1,35%
Taxa Efetiva: 1,60% a 1,80%
Taxa de Performance: 20,00%
Onde está disponível: BTG

*Disponível apenas para investidores qualificados ou profissionais

KPTL

"O Fundo Bohr cria valor graças a estratégias que exploram ineficiências do mercado e que estão ligadas a alta volatilidade dos criptoativos, com baixa exposição e correlação ao mercado. Isso se dá em parte pela própria natureza dos criptoativos, que não tem um valor fundamental, o que faz com que seu preço dependa muito da oferta e da demanda. Nós não observamos uma mudança significativa nesse paradigma e por isso acreditamos que, em 2021, a volatilidade do mercado deve continuar muito elevada, e com isso teremos muitas oportunidades de geração de valor. Para o fundo, isso significa uma performance alinhada com 2020, com índice Sharpe próximo de 3, com volatilidade controlada (cerca de 12% no fundo "master" offshore), e retornos acima de 20% em dólar”, disse Renato Ramalho, CEO da KPTL.

Bohr Arbitrage Cripto FIM IE*
Cotistas: 16
PL (janeiro de 2021): R$ 676.939,50 (no Brasil)
Performance em 2020: Performance não informada até que o fundo complete seis meses a partir da data da primeira emissão de cotas, conforme o artigo 50 da ICVM 555
Taxa de administração: 2%
Taxa de performance: 20% acima do CDI
Investimento inicial mínimo: R$ 10.000
Onde está disponível: Toro, Necton e Vortx (administradora do fundo)

*Disponível apenas para investidores qualificados

QR Asset Management

"2021 começa como um ano bastante promissor para o mercado cripto como um todo. Só na primeira semana do ano, já vimos valorizações significativas do bitcoin e dos principais criptoativos, tendência que pode ser a tônica do ano, mesmo sabendo que ativos digitais são uma classe de ativos extremamente volátil e que fortes correções podem e devem ocorrer durante o ano. Esperamos um ano de fortes altas para 2021, mas com volatilidade ao longo do caminho.

Se pegarmos 2017 como base, o bitcoin naquele ano valorizou 1.336% em dólares, mas teve pelo menos três correções de aproximadamente 40% ao longo do caminho. Em termos de comportamento de preços, 2021 poderia ser um ano parecido.

Como novidades, entramos em 2021 com o Fundo QR BTC MAX FIM IE despontando como a melhor opção para o investidor qualificado que deseja se expor ao bitcoin de forma 100% regulada, e com apenas 0,9% de taxa de administração total.

Além disso, apostamos também em uma forte alta do ether em 2021, através de nosso fundo de gestão ativa, o QR Blockchain Assets FIM IE. Assim como o bitcoin, acreditamos que o ether pode surpreender em 2021, principalmente por conta da forte atividade na rede, que já levou a plataforma a ser a maior geradora de taxas dentro da sua rede em 2020, superando até mesmo o próprio bitcoin", contou Theodoro Fleury, gestor da QR Asset Management.

QR Blockchain Assets FIM IE*
Número de Cotistas (janeiro de 2021): 92
PL (janeiro de 2021): R$ 8,9 milhões
Performance em 2020: 232,7%
Investimento Inicial: R$ 10.000
Taxa de Administração: 2% a.a.
Taxa de Performance: 20% sobre o que exceder o CDI
Onde está disponível: Guide, Órama, Necton, Warren, Genial Investimentos

QR BTC MAX FIM IE*
Número de Cotistas (janeiro de 2021): 27
PL (janeiro de 2021): R$ 8,4 milhões
Performance em 2020: Performance não informada até que o fundo complete seis meses a partir da data da primeira emissão de cotas, conforme o artigo 50 da ICVM 555
Investimento Inicial: R$ 50.000
Taxa de Administração: 0,9% a.a.
Taxa de Performance: não há
Onde está disponível: Órama

Além dos fundos acima, a QR Asset Management também administra o fundo VTR QR Cripto FIM IE, um master fund que recebe dois feeder funds da corretora Vitreo — ou seja, ao fazer aportes nos fundos da Vitreo, o valor investido é alocado, de acordo com as estratégias da corretora, no fundo da QR.

*Disponível apenas para investidores qualificados ou profissionais

Vitreo

“O dinheiro institucional deve seguir acreditando no bitcoin e nos demais criptoativos em 2021, assim como players de destaque devem se juntar a empresas como Square, PayPal, JPMorgan, Fidelity, que passaram a investir em cripto nos últimos meses ou que estão disponibilizando produtos ou usando as funcionalidades do dinheiro digital. Essa guinada institucional em um tipo de ativo que é escasso é um motivo para acreditar que o movimento continuará sendo para cima. Vale destacar sempre que o bitcoin é um ativo muito volátil. O investidor deve ter cautela (uma realização de preços não pode ser descartada), mas em um horizonte de médio/longo prazo esse é um investimento que deve fazer parte (de forma pequena, algo como 1-3%) da sua carteira”, disse George Wachsmann, sócio e chefe de gestão da Vitreo.

Vitreo CriptoMoedas FICFIM*
Número de Cotistas (janeiro de 2021): 4066
PL (janeiro de 2021): R$ 227.941.237,43
Performance em 2020: 211,90%
Performance em 2021: 33,44%
Performance desde o início: 316,22%
Taxa de performance: 20% sobre ICE US Treasury Short Bond Index TR + 2% (Fundo investido)
Investimento inicial: R$ 5.000
Taxa de administração: 1,5% a.a
Onde está disponível: Vitreo

Vitreo Cripto Metals Blend FICFIM
Número de Cotistas (janeiro de 2021): 6.980
PL (janeiro de 2021): R$ 41.975.070,65
Performance em 2020: 26,99%
Performance em 2021: 9,91%
Performance desde o início: 39,58%
Taxa de performance: Apenas nos 20% que estão investidos no Cripto QR
Investimento inicial: R$ 1.000
Taxas: 0,05% a.a + fundos investidos (0,25% Prata e 0,05% Ouro Prev)
Onde está disponível: Vitreo

*Disponível apenas para investidores qualificados ou profissionais

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da Exame, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. O especialista usa como exemplo o jogo Monopoly para mostrar quem são as empresas que estão atentas a essa tecnologia, além de ensinar como comprar criptoativos. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.