Maior casa de leilões do mundo, Sotheby's vai vender NFT pela primeira vez

Fundada em 1744, casa de leilões britânica anuncia data do primeiro leilão de arte digital de sua história; Pak foi o artista escolhido para a estreia

Depois do sucesso do leilão de uma obra de arte digital do artista Beeple, vendida na Christie's por quase 70 milhões de dólares, outra tradicional casa de leilões decidiu entrar no mercado de NFTs. Na segunda-feira, 5, a Sotheby's, fundada em Londres em 1744, confirmou a data do primeiro leilão de um item em blockchain de sua história.

O escolhido para ter suas obras digitais à venda na casa de leilões mais famosa do mundo foi o artista conhecido pelo pseudônimo Pak, cuja identidade real é desconhecida. A coleção The Fungible, criada por ele, será leiloada entre 12 e 14 de abril, em parceria com a Nifty Gateway, plataforma de negociação de NFTs que pertence à Gemini, a exchange do irmão Winklevoss.

Criador do projeto Archillect, uma inteligência artificial desenvolvida para descobrir e compartilhar mídias visualmente estimulantes, Pak trabalha com arte digital há mais de 20 anos e foi, em dezembro de 2020, o primeiro a vender uma obra de arte em NFT por mais de 1 milhão de dólares.

A coleção The Fungible é composta de oito obras, chamadas Fungible Cubes, cada uma com tiragens diferentes. A obra A Cube é a única com tiragem de apenas um NFT, enquanto as demais têm tiragens variadas, o que significa que mais de uma pessoa poderá comprar a mesma obra, cada uma com número de série diferente: Five Cubes (5), Ten Cubes (10), Twenty Cubes (20), Fifty Cubes (50), Hundred Cubes (100), Five Hundred Cubes (500), Thousand Cubes (1,000).

Todos os Fungible Cubes terão lance inicial de 500 dólares, mas provavelmente aqueles com tiragens menores serão arrematados por valores muito superiores a isso. A obra Thousand Cubes, que terá 1.000 NFTs, deve ser a mais acessível, já que tem tiragem consideravelmente maior do que as outras.

A Sotheby's já tinha anunciado, no início de março, que trabalhava para realizar seu primeiro leilão de um NFT, inclusive com o CEO da casa de leilões, Charles Stewart, afirmando em entrevista à CNBC que os NFTs "vieram para ficar". Em comunicado, a Sotheby's diz que escolheu Pak por que ele é "um dos artistas mais consolidados" deste universo, e que sua coleção "nos desafia a repensar o que sabemos sobre arte digital e propriedade".

"Vejo essa coleção como os primeiros trabalhos com uma mentalidade nativamente digital que é apresentado ao mundo da arte tradicional através de uma casa de leilões global", disse Pak, em comunicado da Sotheby's. "Espero que ela desempenhe um papel cultural importante ao contar a narrativa do mundo digital para o mundo tradicional em termos de definição de meio e criação de valor. As pessoas podem conseguir clicar com o botão direito e salvar como 'jpeg', mas como eles salvariam como uma performance digital?”

Desde 2020, o mercado de NFTs se popularizou e cresceu, principalmente com tokens que representam cards esportivos colecionáveis e obras de arte, com alguns tokens sendo vendidos por dezenas de milhões de dólares. Segundo o site Nonfungible, o valor deste mercado, ao final de 2020, era de 338 milhões de dólares. Apenas nos últimos 30 dias, os NFTs movimentaram mais de 207 milhões de dólares.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.