• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Decisão do Fed não é suficiente para recuperar bitcoin, que mantém queda

O comportamento do preço do bitcoin e seu histórico responsivo às decisões do banco central norte-americano fez com que investidores criassem altas expectativas com o anúncio de taxa zero no país
O U.S Consumer Price Index, medidor da inflação norte-americana, subiu 7% em dezembro contra os 12 meses anteriores, o maior aumento desde 1982. (Reuters/Kevin Lamarque)
O U.S Consumer Price Index, medidor da inflação norte-americana, subiu 7% em dezembro contra os 12 meses anteriores, o maior aumento desde 1982. (Reuters/Kevin Lamarque)
Por CoindeskPublicado em 26/01/2022 18:13 | Última atualização em 26/01/2022 18:13Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O Federal Reserve anunciou nessa quarta-feira, 26, que vai manter as taxas de juro próximas a zero, mesmo estando cada vez mais perto da remoção dos estímulos extraodinários feitos durante a pandemia do coronavírus, que impacta os mercados desde março de 2020.

O alvo da taxa para o curto prazo vai continuar no patamar atual entre 0% a 25%, de acordo com um comunicado do painel de políticas monetárias do Fed, conhecido como Federal Open Market Committee, ou FOMC.

De olho no impacto do comunicado no mercado, investidores de criptoativos acompanham os desdobramentos do anúncio, já que analistas acreditam que o preço do bitcoin pode responder às decisões do Fed. Um posicionamento mais contracionista do banco central norte-americano pode pressionar os preços de ativos considerados de risco, como criptomoedas e ações.

“Com a inflação bem acima de 2% e um mercado de trabalho forte, o Comitê acredita que em breve será apropriado subir o patamar alvo para a taxa dos federal funds”, disse o Fed após uma reunião com portas fechadas que durou dois dias.

A nova decisão do Fed surge em um momento em que o banco central norte-americano já começou a frear seu programa de compra de ativos - um suporte emergencial ao mercado que envolveu a criação de dezenas de bilhões de dólares todos os meses para compra de títulos do tesouro e hipotecas.

De acordo com a instituição, esse programa deve acabar em março, e muitos traders e economistas esperam que o Fed comece a subir a taxa de juros no fim do trimestre, que pode ser o primeiro aumento desde 2018.

Embora tanto o mercado cripto quanto o de ações tenham sido impactados em antecipação ao movimento, economistas dizem que o Fed talvez precise apertar sua política monetária agora para tratar do medo proveniente de seguidos aumentos na inflação, que é mais rápida em quatro décadas.

O U.S Consumer Price Index, indicador da inflação norte-americana, subiu 7% em relação ao ano anterior, registrando o maior aumento desde 1982.

Enquanto alguns analistas enxergam o bitcoin como um ativo de proteção contra a inflação, a experiência mostra que ele às vezes é negociado como uma ação - subindo quando o Fed mantém uma política monetária expansionista, e o caindo quando o banco central adota um posicionamento contracionista.

Alguns analistas até sugerem que a pressão do Fed talvez diminua os retornos do bitcoin em 2022, que pode aumentar o interesse de investidores por stablecoins pareadas em dólar.

“Uma das razões para os investidores escolherem stablecoins ao invés de criptomoedas como bitcoin ou outras é a baixa volatilidade”, diz Scott Bauer, ex-trader do Goldman Sachs que agora atua como CEO da Prosper Trading Academy.

Logo após a divulgação do relatório da reunião, o preço do bitcoin registrou uma alta de 2,5%, que não se manteve e agora a criptomoeda é negociada a US$ 37.000.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok