Future of Money

Criptomoedas podem ser "investimento principal" durante eleições nos EUA; entenda

Gestora bilionária Bernstein acredita que cenário mais favorável ao ex-presidente Donald Trump beneficiaria principalmente os ativos digitais

Eleições nos EUA estão influenciando o mercado de criptomoedas (Pavlo Conchar/Getty Images)

Eleições nos EUA estão influenciando o mercado de criptomoedas (Pavlo Conchar/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 24 de junho de 2024 às 17h42.

A gestora bilionária Bernstein publicou um relatório nesta semana em que afirma que as criptomoedas poderão ser o "investimento principal" no mercado caso o sentimento dos investidores em relação às eleições presidenciais nos Estados Unidos fique mais favorável ao ex-presidente Donald Trump, que disputará o pleito contra o atual presidente Joe Biden.

Analistas da gestora reconheceram que o atual momento está negativo para o mercado cripto, mas destacaram que o ciclo de adoção estrutural da classe de ativos segue "intacto" e que há potencial para os investidores voltarem sua atenção ao segmento dependendo dos desdobramentos nos EUA.

"Depois de meses de uma euforia em torno dos ETFs de bitcoin, o mercado de repente parece estar com uma tendência de baixa. Pode haver uma pausa temporária, antes que as grandes plataformas de bancos privados incluam os ETFs. Esta é a verdadeira virada de jogo para alocações em direção ao bitcoin", aponta o relatório do Bernstein.

A avaliação do Bernstein sobre a eleição ocorre em meio a um esforço de aproximação de Trump em relação ao mercado cripto. O político reverteu sua posição sobre o setor e tem defendido e elogiado o segmento, defendendo que os Estados Unidos tenham uma postura mais favorável ao mercado.

Para analistas, o movimento de Trump faz parte de um esforço para atrair o eleitorado pró-cripto, em especial com a associação feita por muitos investidores de que o Partido Democrata seria contrário ao setor, gerada pela posição de figuras revelantes no partido, como a senadora Elizabeth Warren, e pelas ações do presidente da SEC, Gary Gensler, que foi indicado por Biden.

Há, ainda, a questão do grande potencial de doações das empresas do mercado cripto, que têm buscado candidatos favoráveis ao segmento. A disputa por votos e dinheiro mobilizou também o Partido Democrata, com outros políticos do partido buscando marcar uma posição favorável ao setor, algo que já impactou em votações de mudanças importantes na regulação de ativos digitais.

Na prática, Trump dependeria do Congresso dos Estados Unidos para aprovar qualquer nova regulamentação para o mercado cripto, mas poderia indicar um novo presidente da SEC mais aberto ao setor. Entretanto, se a crença em uma vitória do político aumentar, o Bernstein acredita que as criptomoedas seriam as maiores beneficiadas, liderando um movimento de realocação de investimentos.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:Donald TrumpJoe BidenEleições EUA 2024CriptomoedasBitcoin

Mais de Future of Money

Investidor de criptomoeda meme de Biden perde US$ 8 milhões, mas "temporada de memecoins" persiste

Brasil recua R$ 9,5 milhões em investimentos de fundos de criptomoedas

SEC autoriza lançamento de primeiros ETFs de Ethereum nos EUA

Investidores do bitcoin ainda não precificaram possível vitória de Trump, diz gestora

Mais na Exame