Future of Money

Criptomoedas meme são "cassino" e prejudicam mercado de ativos digitais, diz executivo

Moedas digitais criadas com associação a memes populares dividem investidores e ainda apresentam alta volatilidade

Criptomoedas meme voltaram a disparar no mercado (Reprodução/Reprodução)

Criptomoedas meme voltaram a disparar no mercado (Reprodução/Reprodução)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 26 de abril de 2024 às 17h15.

As criptomoedas meme, como a dogecoin, a shiba inu e a pepe, estão entre os ativos mais populares do mercado cripto, mas nem todos são favoráveis a esse grupo de ativos. É o caso de Eddy Lazzarin, CTO da empresa de capital de risco Andressen Horowitz, que chamou atenção na última quarta-feira, 24, ao compartilhar uma opinião dura sobre o segmento.

Lazzarin falou sobre o assunto em resposta a uma publicação no X, antigo Twitter, que destacava o baixo interesse de desenvolvedores por projetos envolvendo as memecoins, como esse grupo de ativos é conhecido. Na visão do executivo, "não deveria ser uma surpresa que esses ativos não são atraentes para os desenvolvedores".

"Além de minar a visão de longo prazo em relação aos criptoativos que manteve tantos de nós nesse ecossistema, as criptomoedas meme não são muito interessantes tecnicamente", pontuou Lazzarin, apontando um baixo grau de complexidade técnica nesses projetos.

Em seguida, o executivo disse ainda que as memecoins "alteram a forma como o público, os reguladores e os empresários veem os criptoativos. Na melhor das hipóteses, elas parecem um casino arriscado. Ou uma série de falsas promessas mascarando um cassino. Isso afeta profundamente a adoção, a regulamentação e o comportamento dos desenvolvedores".

Ele destacou ainda que "as pessoas estão defendendo as criptomoedas meme enquanto a indústria cripto está lutando em inúmeras frentes", o que seria prejudicial para o momento do mercado. "Servir como um cassino para um grupo relativamente pequeno de investidores simplesmente não é empolgante", disse.

E Lazzarin está longe de ser o único com essa visão. Especialistas criticam as memecoins principalmente pela falta de valor intrínseco ao ativo: em geral, elas são criadas apenas para fazer referência a um meme e a aproveitar a popularidade na internet para atrair investimentos.

Além disso, os ativos são conhecidos pela alta volatilidade, o que abre margem tanto para ganhos quanto para perdas significativas ao tentar aproveitar a valorização de um ativo. Muitas vezes, as criptomoedas meme também são usadas em golpes para atrair interessados em um assunto ou em lucrar com esses ativos.

Por outro lado, há quem veja aspectos positivos nesses ativos. Maartje Bus, vice-presidente de pesquisa na empresa de análise de dados Messari, disse recentemente que eles estão ajudando a trazer mais usuários para o mercado cripto e aumentar a adoção de diferentes projetos e da tecnologia em si que, sem essa ajuda, poderiam ter mais dificuldade para chegar a um público mais amplo.

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativos

Mais de Future of Money

Meta planeja corte de 20% em orçamento de divisão focada no metaverso

Hiperautomação, blockchain e Web3: o futuro da transformação digital

Independência financeira: empresas e corretoras cripto estão preparadas para esta demanda?

Drex: quase metade dos brasileiros não está convencida de adotar o real digital, revela pesquisa

Mais na Exame