Ethereum passa de US$ 1.500 pela primeira vez e registra novo recorde de preço

Segundo maior criptoativo do mundo chega a 1.530 dólares e já acumula alta de mais de 100% em 2021; crescimento de aplicações de DeFi explicam movimento

O preço do ether (ETH) — criptoativo do projeto Ethereum — atingiu um novo recorde de preço na tarde desta terça-feira, 2, depois de ultrapassar a marca de 1.500 dólares pela primeira vez. O ativo digital, que chegou a acumular ganhos de 14% nas últimas 24 horas, o que o levou ao recorde de 1.530 dólares.

Segundo maior criptoativo do mundo, com valor de mercado superior a 170 bilhões de dólares, o ether só perde para o bitcoin no ranking dos principais ativos digitais do mundo. No entanto, o ether tem superado o bitcoin no quesito rentabilidade. Em 2020, seu preço aumentou quase 500%, contra cerca de 350% do bitcoin.

Em 2021, a alta do ETH, ao contrário do que aconteceu com o bitcoin, se mantém intensa. Desde o primeiro dia do ano, quando estava cotado a 735 dólares, já são mais de 100% de ganhos. O bitcoin, por sua vez, atingiu sua máxima história em 8 de janeiro, a 42 mil dólares, e desde então é negociado por volta de 35 mil — no ano, tem acumulado "apenas" 5% de alta.

A alta do ether é motivada principalmente pelo crescimento das aplicações de finanças descentralizadas (DeFi), cujo mercado ativo cresceu quase 28 vezes no último ano — em janeiro de 2020, as aplicações de DeFi somavam menos de 1 bilhão de dólares em valor total bloqueado na rede Ethereum. Hoje, esse valor é de 28 bilhões de dólares. Tokens de projetos de DeFi, aliás, dominaram o ranking de criptoativos que mais valorizaram em janeiro.

Depois de atingir sua nova máxima histórica, o ether sofreu uma pequena retração, caindo de 1.530 para 1.520 dólares. O volume de operações com o criptoativo, entretanto, segue muito alto nas maiores exchanges do mundo, o que pode fazer com que uma nova máxima seja registrada nas próximas horas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.