Bilionário e famoso investidor de ouro diz que 'bitcoin pode ser uma opção melhor'

Jeffrey Gundlach, fundador de gestora com R$ 800 bilhões em ativos, diz que está neutro sobre o ouro e que o bitcoin é um ativo melhor do que o metal precioso

Famoso por seus investimentos no ouro,  Jeffrey Gundlach, fundador da DoubleLine Capital, gestora com mais de 800 bilhões de reais em ativos, parece estar mudando de opinião. Em publicação nas redes sociais nesta quinta-feira, 18, o bilionário afirmou que o bitcoin é um ativo melhor do que o metal precioso.

"Eu acreditava na queda do dólar e na alta do ouro no longo prazo, mas tenho ficado neutro nos dois por mais de seis meses. Muito líquido derramado em um funil cria uma torrente. O bitcoin talvez seja o ativo do estímulo. Não parece que o ouro é", publicou o investidor, no Twitter.

No ano passado, Gundlach chegou a dizer que "não acreditava no bitcoin" e, em janeiro de 2021, que a criptomoeda estavam em "território de bolha" desde que tinha superado o preço de 23 mil dólares. "Não sou um opositor, mas há momentos em que as pessoas parecem estar tão do lado do barco que não acredito que o barco possa navegar tão bem", disse, na época.

A mudança de opinião do famoso apoiador do ouro é uma importante chancela para o bitcoin e reflete um movimento cada vez mais comum no mercado financeiro: enquanto os fundos de ouro negociados nas bolsas têm visto um grande fluxo de saída de dinheiro nos últimos meses, o mercado de criptoativos tem crescido rapidamente no mesmo período.

Investidores bilionários como Elon Musk, Ray Dalio, Paul Tudor Jones, Alan Howard, Stanley Druckenmiller, entre outros, são alguns dos que investiram ou falaram positivamente sobre o bitcoin e os criptoativos desde meados de 2020.

O preço da principal criptomoeda do mundo aumentou mais de 4 vezes nos últimos 12 meses, chegando a ser cotado acima de 52.500 dólares na última quarta-feira, 17. No momento, o bitcoin é negociado a 52 mil dólares no mercado internacional.

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da Exame, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.