Future of Money

Corretora falida Mt. Gox faz transferências de bitcoin e reforça medo entre investidores

Investidores da exchange receberão cerca de US$ 9 bilhõe em bitcoins a partir do mês de julho, com temores sobre pressão de venda

Mt. Gox declarou falência em 2014, quando liderava mercado de corretoras (Kiyoshi Ota / Bloomberg/Bloomberg)

Mt. Gox declarou falência em 2014, quando liderava mercado de corretoras (Kiyoshi Ota / Bloomberg/Bloomberg)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 4 de julho de 2024 às 10h28.

A corretora falida de criptomoedas Mt. Gox realizou nesta quinta-feira, 4, os primeiros testes de transferências de bitcoin para as exchanges que realizarão os pagamentos para os antigos clientes da empresa. A expectativa é que os pagamentos comecem neste mês, o que preocupa investidores e tem prejudicado o preço do ativo.

A empresa de análise de mercado Arkham Intelligence detectou duas transferências realizadas pela empresa para três carteiras de criptomoedas em uma corretora identificada entre as que realizarão os pagamentos. Os valores transferidos foram inferiores a US$ 24.

Segundo a Mt. Gox, os valores serão transferidos primeiro para as cinco corretoras escolhidas para participar do processo e então serão enviados para os investidores aos poucos, ao longo do segundo semestre. Ainda não há uma data exata para o início dos pagamentos.

A Mt. Gox e suas movimentações geram temores entre os investidores devido ao tamanho dos ativos da exchange. Ela chegou a ser a maior do mundo antes de declarar falência em 2014 e, desde então, possui 140 mil unidades de bitcoin que precisam ser transferidas para os seus antigos clientes.

Considerando a cotação atual da criptomoeda, a quantia equivale a cerca de US$ 9 bilhões (mais de R$ 45 bilhões, na cotação atual). O volume considerável gera temores no mercado de que os clientes poderão vender os ativos logo após recebê-los, resultando em um aumento de oferta repentina e uma desvalorização no preço da moeda digital.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Para especialistas, os investidores têm tentando se antecipar a esse cenário, o que explica parte da queda significativa do bitcoin nas últimas semanas, voltando a operar abaixo dos US$ 60 mil. Por outro lado, não se sabe exatamente qual será o impacto dos pagamentos pela Mt. Gox.

Alex Thorn, diretor de pesquisa da empresa de análise Galaxy, acredita que o cenário mais pessimista pode não se concretizar. A tendência, na visão do executivo, é que a maior parte dos bitcoins transferidos pela Mt. Gox não sejam vendidos e fiquem armazenados pelos investidores, o que reduziria o impacto negativo no preço da criptomoeda.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:BitcoinCriptomoedasCriptoativos

Mais de Future of Money

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Show com Lauryn Hill e Mano Brown no Allianz Parque lança NFTs comemorativos

Governo da Alemanha conclui vendas de bitcoin e soma R$ 15 bilhões arrecadados

Mais na Exame