Corretora cripto chinesa é a nova patrocinadora da McLaren na Fórmula 1

Uma das maiores equipes da Fórmula 1 irá estrelar o nome da OKX no próximo Grande Prêmio de Miami
O piloto Lando Norris é um dos destaques da F1 e vai usar nome da corretora em carro e capacete (Gonzalo Fuentes/Reuters)
O piloto Lando Norris é um dos destaques da F1 e vai usar nome da corretora em carro e capacete (Gonzalo Fuentes/Reuters)
Por Mariana Maria SilvaPublicado em 04/05/2022 11:47 | Última atualização em 04/05/2022 11:47Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Os times de Fórmula 1 e Esports da McLaren têm uma nova patrocinadora: a corretora de criptomoedas OKX. A parceria entrará em vigor no próximo dia 8 de maio, no Grande Prêmio de Miami da Fórmula 1 e tem como objetivo “aproximar os fãs e clientes de ambas as marcas, oferecendo inovações de produtos e serviços”, de acordo com um comunicado.

A equipe da McLaren na Fórmula 1 é uma das equipes de maior sucesso na categoria, com oito títulos mundiais de construtores e 12 de pilotos. A empresa se demonstra ainda se demonstra aberta à inovação tecnológica ao criar seu próprio time de esports, o McLaren Shadow Esports Team. “De forma física ou digital, nas pistas ou fora delas, nós vamos acelerar. A McLaren tem orgulho de ser o único time que compete na Fórmula 1, IndyCar, Extreme E e com seus times de esports”, afirma o site oficial da marca.

“Estamos entusiasmados em anunciar esta parceria com a OKX antes do GP de Miami. Numa indústria que passa por rápida evolução, a OKX é uma marca de longa data que traz inovação, análise e precisão para que os seus usuários possam realizar grandes feitos", afirmou Zak Brown, CEO da McLaren Racing.

(Mynt/Divulgação)

O nome da OKX, que é uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo em valor de mercado, será exibido na asa traseira, asa dianteira, espelhos, lado da cabine do piloto, ogiva e “cockpit” dos carros do modelo MCL36 F1 da McLaren na Fórmula 1, além dos capacetes dos pilotos Lando Norris e Daniel Ricciardo e nos kits McLaren F1 Team e McLaren Shadow Team. A ação é uma forma de tornar as criptomoedas mais conhecidas pelo público.

O time da McLaren Mercedes, que conta com Norris e Ricciardo, está em quarto lugar no ranking atual de construtores da Fórmula 1, com 46 pontos. Lando Norris é um dos destaques da competição neste ano, em sexto no ranking de pilotos e responsável por 35 dos 46 pontos de sua equipe.

“A marca McLaren representa tudo o que é inovador na F1. O que não é diferente no ecossistema cripto que também é representado pela velocidade, confiabilidade e desempenho, tópicos que estão no centro de qualquer plataforma de negociação de criptomoedas de primeira classe. Inovamos em nossa plataforma todos os dias, garantindo a mais alta velocidade de execução de negociações para nossos usuários", comentou Haider Rafique, diretor de marketing da OKX.

Este não é o primeiro investimento de peso da OKX para ampliar sua atuação no setor cripto. Em fevereiro, o grupo chinês que a controla investiu na Foxbit, corretora cripto brasileira. O aporte de R$ 110 milhões aconteceu em uma rodada de investimentos Série A liderada pelo OK Group, holding controladora da OKX e da Okcoin.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok