CoinPayments fecha parceria para aumentar o uso de criptos em pagamentos

Parceria entre a CoinPayments e o Guru Digital Manager vai permitir pagamentos com criptomoedas a uma taxa menor do que a praticada por outros meios de transação
Segundo as empresas, a possibilidade de pagar com criptomoedas deixa o custo da transação menor para o vendedor. O mercado cobra, em média, 3% por transação, enquanto a solução da CoinPayments tem taxa de 0,5% (ROSLAN RAHMAN / Colaborador/Getty Images)
Segundo as empresas, a possibilidade de pagar com criptomoedas deixa o custo da transação menor para o vendedor. O mercado cobra, em média, 3% por transação, enquanto a solução da CoinPayments tem taxa de 0,5% (ROSLAN RAHMAN / Colaborador/Getty Images)
G
Gabriel Marques

Publicado em 15/03/2022 às 16:15.

Última atualização em 15/03/2022 às 16:23.

A CoinPayments, maior processadora de pagamentos com criptomoedas do mundo, fechou uma parceria com o Digital Manager Guru, plataforma de soluções em vendas digitais. Assim, todos os clientes Guru podem aceitar pagamentos com ativos digitais. A previsão é que a empresa tenha volume superior a R$ 1 bilhão em 2022 entre todos os tipos de pagamento.

Segundo as empresas, a possibilidade de pagar com criptomoedas deixa o custo da transação menor para o vendedor. O mercado cobra, em média, 3% por transação, enquanto a solução da CoinPayments tem taxa de 0,5%.

“As transações com criptomoedas não são apenas mais baratas em relação aos custos, mas têm outras vantagens, como a eficiência no processamento e, evidentemente, a redução de fraudes”, explica Rubens Neistein, business manager da CoinPayments.

(Mynt/Divulgação)

Os pagamentos usando criptoativos têm adoção cada vez maior, é isso que notou a Visa, quando anunciou seus resultados para o primeiro trimestre fiscal de 2022. Os usuários da bandeira de cartões fizeram US$ 2,5 bilhões em pagamentos com cartões conectados a ativos digitais durante o período de outubro a dezembro do ano passado, disse o CEO Al Kelly.

O número do trimestre foi equivalente a 70% do volume de transações com criptomoedas feitas pela Visa durante o ano fiscal de 2021, que terminou em 30 de setembro, acrescentou Kelly na reunião com analistas.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok